Em carreira / coaching

3 dicas para ser mais eficaz nos estudos

Se estudar está sendo uma tarefa fácil, você está fazendo isso errado

Estudante pensando
(Shutterstock)

SÃO PAULO - Podemos nos formar, mas nunca paramos de aprender. Novos empregos, papéis, relações, todos exigem a aquisição de novos conhecimentos. Parar de aprender é parar de melhorar.

Apesar de sua importância, muitos de nós desenvolver maus hábitos e técnicas defeituosas que minam a nossa capacidade aprender eficazmente, diz Nate Kornell, um professor associado a psicologia cognitiva da Universidade Williams, que estuda estratégias de aprendizagem.

Laura Entins, colaboradora do portal Entrepeneur lista três princípios fundamentais para aprender melhor de acordo com conceitos desenvolvidos por Kornell.

1. Abrace o desconforto

Um dos mais comuns e prejudiciais erros que Kornell muitas vezes vê é a nossa tendência a igualar o desempenho coletivo com o quanto estamos aprendendo.

Na realidade, estas duas métricas são muitas vezes opostas. Kornell oferece o seguinte exemplo: digamos que você está na academia, tentando trabalhar com pesos de 10 libras. Até mesmo algumas repetições são desgastantes, e assim, eventualmente, você troca por pesos de 5 libras. De repente, o treino fica mais fácil. Você pode fazer mais repetições. Você se sente instantaneamente mais forte. O problema, claro, é que, enquanto os pesos mais leves fazem você se sentir melhor sobre o seu desempenho, os mais pesados estavam fornecendo um exercício melhor.

"A mesma coisa acontece com a aprendizagem - quando é fácil, você sente que está aprendendo mais", diz Kornell. Na realidade, "você realmente aprender mais quando você está lutando”.

De acordo com Kornell, uma aprendizagem eficaz é difícil. É esta capacidade de abraçar o desconforto contínuo que super empreendedores de todos os outros. Para a maioria das pessoas, uma vez que eles são muito bons em alguma coisa tornam-se complacentes e confortáveis, sem vontade de continuar a desafiar-se.

"Você chega a um ponto onde você não experimenta e você não pratica novas técnicas porque você está satisfeito", diz ele. "As pessoas que aproveitam o máximo da vida são aquelas que não estão satisfeitos com 8 de 10; são pessoas que não param até que alcancem 10 de 10." Isso exige correr riscos, incertezas, repetição, a busca da crítica e, sim, desconforto.

A aprendizagem é desafiadora, emocionante, motivadora e cansativa. Aprender nunca deve ser uma moleza. "Se você está sentindo que está fácil, você está fazendo errado", diz ele.

2. Não faça longas maratonas de estudo

A técnica favorita dos estudantes universitários em qualquer lugar do mundo é fazer um último esforço para memorizar o máximo de informações no mínimo de tempo possível. “Isso é eficiente se você quer memorizar algo no curto prazo”, diz Kornell.

Estude muito antes de uma prova e você provavelmente vai se lembrar das informações quando sentar para escrever. Entretanto, não irá se lembrar um ano, semanas ou mesmo dias depois.

Para adquirir novos conhecimentos de forma mais eficaz, é crucial fazer múltipla e espaçadas sessões de estudo. Essa estratégia é melhor do que longas maratonas.

Kornell, que pesquisou o assunto extensivamente, acredita que o ato de esquecer informações e, em seguida, reaprender é o que cimenta memórias no cérebro. O processo de esquecimento, e, em seguida, repetidamente preencher essas lacunas de memória, é eficiente. "Você não pode adicionar mais conhecimento a menos se dê a chance de esquecer", é por isso que longas maratonas de estudo produzem resultados tão fugazes.

3. Faça conexões

Quanto mais melhor. Se você quer se lembrar da informação em uma passagem que você está lendo, preencha o texto com o máximo de contexto adicional que você puder. Faça pausas frequentes e reflita sobre o que você está lendo, depois relacione com o que você leu anteriormente. Mas não pare por aí. Se você realmente quiser ficar afiado, relacione o texto com eventos que aconteceram em sua própria vida, ou a vida de um amigo ou conhecido. Amarre os tópicos mais individuais que você pode a partir do material do livro, independente do conhecimento pré-existente.

Parar a cada frase para contextualizar o material pode ser incrivelmente demorado e uma tarefa desgastante mentalmente. Mas como diz Kornell, uma aprendizagem eficaz é difícil. Por causa do compromisso de tempo, diz ele, "não é uma técnica popular, mas ela realmente funciona."

 

Contato