Não-ficção

Cinco passos para ler (bem) um livro em uma semana

Colunista da Harvard Business Review ensina técnica para ler livros de não-ficção rapidamente sem perder o conteúdo

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Leituras ficcionais são diferentes de leituras não-ficcionais. E é possível administrar o segundo tipo de forma a compreender o conteúdo sem “perder” tanto tempo compreendendo palavra por palavra.

Em um artigo na Harvard Business Review, o CEO da Bregman Partners, empresa especializada em relações de liderança, explica que, para conseguir encaixar tudo o que deve aprender em sua rotina, o melhor conselho que já recebeu é o seguinte: não é preciso ler esses livros, mas sim compreendê-los.

Para tanto, ele oferece um passo a passo relativamente simples, que pode funcionar com qualquer um. Confira:

PUBLICIDADE

1. Comece pelo autor

Saber a biografia de quem escreveu o livro pode dar ao leitor uma noção dos pressupostos e perspectivas do livro. Se encontrar um artigo ou entrevista online, leia rapidamente.

2. Leia título, subtítulo, orelhas e sumário de conteúdos

Se fizer tudo isso com atenção, saberá provavelmente dizer a ideia principal do livro mesmo antes de ter lido.

3. Introdução e conclusão

Lembre-se: não sendo uma ficção, não é necessário ler o conteúdo cronologicamente. A argumentação principal de grande parte dos livros teóricos está na abertura e na conclusão: comece por essas partes, lendo palavra por palavra rapidamente, para já saber o que esperar do restante.

PUBLICIDADE

4. “Passe os olhos” por cada capítulo

Depois do início e do fim, leia o título e o início de cada capítulo para entender como cada um deles se encaixa no argumento do livro. Depois, passe os olhos pelos títulos subtítulos dos textos deles para entrar no fluxo. Então, as primeiras frases do primeiro e do último parágrafo. Se depois de tudo isso já entender o que está sendo dito, passe para o próximo; se não, leia tudo.

Ao compreender o sentido geral, será possível passar rapidamente por páginas inteiras.

5. Volte para o sumário

Ao terminar o livro, volte para o sumário para ver se lembra de tudo o que foi dito. Então, use um tempo para relembrar tudo, desde argumentos até exemplos e jornadas.

De acordo com ele, estas dicas fazem o leitor terminar muito mais rapidamente a leitura e, ao mesmo tempo, absorver muito melhor o conteúdo do que se lesse normalmente.

 

Leia também:

O método do editor-chefe do InfoMoney para economizar (funcionou até quando ele ganhava R$ 1.300/mês)