Ciesp: recuo do emprego e da renda industrial não reflete situação do país

Segundo a entidade, a análise das informações do IBGE está fortemente impregnada pelos resultados negativos

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – De acordo com o Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo), o recuo de 0,3% do emprego e de 2% dos salários pagos pela indústria em março, conforme os dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), não reflete necessariamente uma situação generalizada no País.

Segundo a entidade, a análise das informações do IBGE está fortemente impregnada pelos resultados negativos do Rio Grande do Sul, Paraná e Nordeste, além dos setores de madeira, máquinas e equipamentos e calçados e artigos de couro.

Sudeste apresenta resultados positivos

Os demais setores e localidades que também tiveram queda, mostraram um impacto menor. Além disso, os estados da Região Sudeste continuam apresentando indicadores bastante positivos.

Aprenda a investir na bolsa

Por conta disso, aponta o Ciesp, o crescimento ameno da indústria no primeiro trimestre de 2006 não deve ser visto como retrato do ano. O segundo trimestre deve mostrar melhora na situação para a produção industrial e, portanto, para o emprego e renda dos trabalhadores industriais.