Negócios

CEO da Huawei aplicou multa de R$ 514 mil a si mesmo por “liderança ineficaz”

A decisão foi tomada em conjunto pelo "Comitê Permanente do Conselho de Administração", que inclui o CEO e puniu mais quatro líderes 

arrow_forwardMais sobre
Huawei
Huawei

SÃO PAULO – Ren Zhengfei, CEO da Huawei, fabricante de smartphones chinesa, decidiu aplicar uma multa de US$ 160 mil, cerca de R$ 514 mil, para si mesmo por “má gestão”, segundo informações do site The Paper.

O documento emitido pela empresa é chamado de “Notificação de Responsabilidade para Líderes de Gerenciamento” e justifica que a liderança da companhia é ineficaz. Isso porque, segundo o documento, algumas unidades revelaram “falhas graves e fraudes” – sem especificar exatamente o que aconteceu.

A decisão foi tomada em conjunto pelo “Comitê Permanente do Conselho de Administração”, que inclui o CEO, que concordaram em impor a multa para os principais líderes da empresa. Todos os funcionários foram notificados.

PUBLICIDADE

Além de Zhengfei, mais quatro funcionário de alto escalão foram multados em 500 mil yuans cada, cerca de R$ 250 mil. Os cinco formam a cúpula de líderes da empresa. Ao site, a fabricante informou que o documento é verdadeiro.

A empresa é a terceira maior fabricante de smartphones do mundo, atrás das gigantes Apple e Samsung.

Embora a atitude seja curiosa, esses altos e baixos são considerados um modelo de gestão da Huawei. Além disso, é cultura da empresa rebaixamento constante de líderes por eventuais erros, mas rapidamente eles conseguem se recolocar na posição de gerenciamento. Neste caso, os líderes manterão seus cargos com o pagamento da multa.   

Quer investir melhor o seu dinheiro? Abra uma conta na XP.