Carreira ou vida pessoal? Dá para conciliar as duas!

Perfil das mulheres está mudando, sobretudo das que ocupam cargos de liderança; carreira e vida profissional precisam andar juntas

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Para as mulheres que vivem divididas entre a necessidade de se realizar profissionalmente e de desempenhar suas tarefas domésticas, conciliando seu tempo entre família e trabalho, uma boa notícia!

De acordo com artigo publicado no boletim Administrador Profissional, órgão informativo dos Administradores Profissionais de São Paulo, as trabalhadoras, sobretudo as executivas, estão mais ambiciosas e querem alcançar posição de liderança nas empresas, sem sacrificar sua vida pessoal com isso.

Horário de trabalho seguido à risca

Um dos pontos que mais comprovam esta teoria se refere ao horário de trabalho: as executivas…(e mães, por que não?!) procuram “fechar” com as empresas previamente qual será o seu expediente: começam a trabalhar por volta das 9h30 e não ficam na empresa após as 19h30!

Aprenda a investir na bolsa

Trata-se de um novo perfil de mulheres que estão, pouco a pouco, assumindo postos de comando nas empresas, que começam a se mostrar mais flexíveis e abertas a esta nova realidade.

Por enquanto, exemplo parte das grandes empresas

As grandes empresas, sobretudo aquelas que já são classificadas como as melhores companhias para se trabalhar, têm respondido bem a esta nova tendência. É o caso da Natura, onde o último levantamento feito pela empresa mostrava que as mulheres ocupavam 62% dos cargos e respondiam por 51% dos postos de liderança.