Carreira: estudo mostra benefícios relacionados à saúde oferecidos no mundo

De acordo com os dados, 65% das empresas mundiais oferecem check up, sendo que em 49% dos casos ele é obrigatório

SÃO PAULO – Uma pesquisa realizada pela consultoria em recursos humanos Mercer mostrou que 65% das empresas mundiais oferecem um check up para seus profissionais, sendo que em 49% dos casos a adoção desse benefício é obrigatória.

A pesquisa “Benefícios Corporativos” foi realizada com 210 empresas que possuem de 500 a mais de 5 mil funcionários, de 16 países: África do Sul, Alemanha, Argentina, Brasil, Canadá, Chile, Dinamarca, Espanha, Estados Unidos, Finlândia, França, Holanda, Itália, Japão, Suécia e Suíça. Entre essas empresas, 68% são multinacionais, 31% são privadas e 1%, estatais.

De acordo com os dados, todas as empresas oferecem check up para os presidentes, vice-presidentes e diretores. Para os gerentes, somente 70% delas oferecem, enquanto 7% concedem para todos os empregados e 4%, para todos os empregados e dependentes.

Outros benefícios

PUBLICIDADE

O auxílio-farmácia é oferecido por 56% das empresas, sendo que em 28% dos casos o sistema usado é de reembolso de medicamentos, com percentual médio de reembolso de 61,5%. Além disso, 22% das empresas usam convênio, com desconto em farmácias. Em relação à cobertura desse benefício, 76% das empresas oferecem a empregados e dependentes, enquanto 24% concedem apenas aos funcionários.

Ambulatório médico também entra na lista dos benefícios mais oferecidos pelas empresas, além do plano de saúde. Os dados mostram que 53% das companhias fornecem benefício, sendo que em 89% dos casos, é somente para os profissionais.

Em relação à prevenção da saúde dos profissionais, 45% das empresas ainda dão descontos em academias, 35% oferecem assistência oftalmológica e 15%, convênio com óticas.

Programas

Elas ainda investem em programas de promoção à saúde e prevenção de doenças, sendo que o mais apoiado é aquele que visa a bons hábitos alimentares, promovido por metade das empresas.

A campanha contra o tabagismo vem na sequência, com 42% das empresas, seguido por controle de pressão arterial (35%), condicionamento físico (32%), esclarecimentos sobre a diabetes (32%) e saúde bucal (30%). Entram na lista ainda esclarecimentos para gestantes (8%) e planejamento familiar (14%).