Brasileiro teme menos a perda do emprego, revela pesquisa da CNI

Indicador Medo do Desemprego, calculado pela CNI, atingiu patamar idêntico ao verificado em setembro

SÃO PAULO – Pesquisa relativa ao segundo trimestre de 2009 revela que o brasileiro está com menos medo de perder o emprego.

Divulgado nesta quarta-feira (24), o indicador Medo do Desemprego, calculado pela CNI (Confederação Nacional da Indústria), ficou em junho em 89 pontos. Trata-se de um patamar idêntico ao verificado em setembro do ano passado, quando os efeitos da crise mundial da economia ainda não se faziam sentir no Brasil.

Na comparação com o resultado obtido na última edição da pesquisa, referente a março, houve recuo de 8,4%. Contra o mesmo período do ano anterior, por sua vez, a queda é de 2,7%.

PUBLICIDADE

Para o gerente executivo de Política Econômica da CNI, Flávio Castelo Branco, a queda no índice Medo do Desemprego mostra que há uma segurança maior do brasileiro nos rumos da economia do País. “Por isso, no segundo semestre deste ano, o consumidor tenderá a voltar a comprar mais, dando um estímulo à demanda doméstica”.

Outro indicador

Houve retração ainda do indicador entre as pessoas que afirmaram estar com muito medo do desemprego. A queda foi de oito pontos percentuais desde a última pesquisa, passando de 30% para 22%.

Consequentemente, o percentual de pessoas que informaram não estar com medo de perder o emprego aumentou de 37% das respostas válidas em março para 46%, em junho.

A pesquisa é realizada periodicamente pelo Ibope, a pedido da CNI. A atual foi feita entre os dias 29 de maio e 1º de junho em 143 municípios brasileiros. No total, foram entrevistadas 2.002 pessoas com mais de 16 anos de idade. A margem de erro é de dois pontos percentuais e o intervalo de confiança é de 95%.