1,7 milhão de beneficiados

Bolsonaro contraria Guedes e concede aumento de 33% a piso salarial dos professores

Governadores e prefeitos temem que o aumento possa pressionar os cofres públicos locais

Por  Equipe InfoMoney -

O presidente Jair Bolsonaro (PL) comunicou, na tarde desta quinta-feira (27), reajuste de 33,24% no piso salarial dos professores da educação básica.

“É com satisfação que anunciamos para os professores da educação básica um reajuste de 33,24% do piso salarial. Esse é o maior aumento já concedido pelo governo federal, desde o surgimento da Lei do Piso”, afirmou, por meio do Twitter.

O aumento leva em consideração o valor, por aluno, pela variação da inflação nos últimos dois anos, conforme prevê a Lei do Magistério.

Segundo o presidente, mais de 1,7 milhão de professores de estados e municípios, que lecionam para mais de 38 milhões de alunos nas escolas públicas, serão beneficiados.

Leia também:

Com o reajuste, o piso da categoria deverá subir dos atuais R$ 2.886 para prováveis R$ 3.800. O aumento concedido aos professores contraria recomendação do Ministério da Economia, chefiado por Paulo Guedes, que havia sugerido um reajuste bem menor, de 7,5%.

Governadores e prefeitos temem, agora, que o aumento possa pressionar os cofres públicos locais e motivar outras categorias do funcionalismo público a exigirem o mesmo reajuste alcançado pelos professores.

Com informações da Agência Brasil.

Cadastre-se na IMpulso e receba semanalmente um resumo das notícias que mexem com o seu bolso — de um jeito fácil de entender:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe