Bilionária mais jovem do mundo é brasileira e acionista da WEG; veja lista da Forbes

Aos 19 anos, Lívia Voigt acumula patrimônio de US$1,1 bilhão

Equipe InfoMoney

WEG (Divulgação: Linkedin)

Publicidade

A Forbes dos Estados Unidos publicou a lista de bilionários de 2024 nesta terça-feira (2), que mostra a brasileira Lívia Voigt como a mais jovem bilionária do mundo, aos 19 anos, com um patrimônio estimado em R$ 5,5 bilhões (US$1,1 bilhão).

Voigt é uma das acionistas individuais da WEG (WEGE3), multinacional de equipamentos eletrônicos, atuando principalmente no setor de bens de capital. Ela é neta do já falecido Werner Ricardo Voigt, co-fundador da companhia, assim como sua irmã, Dora Voigt de Assis, 26 anos, também acionista individual da WEG e detentora de um patrimônio igual ao de Lívia, segundo a Forbes americana.

No ranking global, Clemente del Vecchio, também de 19 anos, divide com Lívia Voigt a posição de bilionário mais jovem do mundo, mas com uma fortuna ainda maior: US$ 4,7 bilhões de patrimônio líquido (R$ 23,74 bilhões). Ele é um dos seis filhos do já falecido Leonardo Del Vecchio, que presidiu a EssilorLuxottica, a maior empresa de óculos e lentes do mundo, dona de marcas como Ray-Ban, Oakley, Persol, Transitions, Varilux e Crizal.

Oferta Exclusiva para Novos Clientes

Jaqueta XP NFL

Garanta em 3 passos a sua jaqueta e vista a emoção do futebol americano

Considerando patrimônio, a Forbes elegeu os irmãos Zahan Mistry, 25 anos, e Firoz Mistry, 27 anos, como os jovens (abaixo de 30 anos) mais ricos do mundo – cada um com patrimônio líquido de US$ 4,9 bilhões (R$ 24,75 bilhões).

Ranking global

Bernard Arnault, presidente e diretor-executivo da LVMH (conglomerado de moda proprietário de marcas como Louis Vuitton e Sephora), desbancou o cofundador da Tesla e SpaceX, Elon Musk, e se tornou a pessoa mais rica do mundo, com patrimônio líquido de US$ 233 bilhões (quase R$ 1,2 trilhão).

Ele é seguido por Musk, com fortuna de US$ 195 bilhões, Jeff Bezos, cofundador da Amazon, com US$ 194 bilhões, Mark Zuckerberg, o cofundador e diretor-executivo da Meta Platforms (ex-Facebook), com US$ 177 bilhões, e Larry Ellison, presidente, diretor de tecnologia e cofundador da gigante de software Oracle, com US$ 141 bilhões.

Continua depois da publicidade

No Brasil

O brasileiro mais rico do mundo é Eduardo Saverin, cofundador da Meta Platforms, antigo Facebook. Seu patrimônio líquido alcança US$ 28 bilhões (R$ 141,4 bilhões). Na lista global, ele figura na 60ª posição.

No Brasil, ele é seguido pela herdeira do falecido Joseph Safra, do Banco Safra, Vicky Safra, que tem patrimônio líquido estimado em US$ 20,6 bilhões (R$ 100 bilhões), considerando também a fortuna de seus quatro filhos.

Depois aparecem os acionistas do 3G Capital (que abarca a AB Inbev, controladora da Ambev) Jorge Paulo Lemann, com patrimônio de US$ 16,4 bilhões, Marcel Herrmann Telles, US$ 10,9 bilhões, e Carlos Alberto Sicupira, US$ 8,9 bilhões.

Mulheres mais ricas do Brasil

Vicky Safra, é a mulher mais rica do Brasil. Ela é seguida por Ana Lucia de Mattos Barretto Villela, bisneta de um dos fundadores do banco Itaú (Itaú Unibanco) e uma das maiores acionistas individuais da Itausa, holding do banco, e vice-presidente do conselho de administração, com um patrimônio líquido de US$ 1,9 bilhão (R$ 9,6 bilhões).

Depois aparecem Neide Helena de Moraes, herdeira do Grupo Votorantim, com US$ 1,5 bilhão, Cristina Junqueira, fundadora do Nubank, com US$1,4 bilhão, e Mariana Voigt Schwartz Gomes, também acionista individual da WEG, com US$ 1,3 bilhão.