URGENTE Presidente do STJ concede prisão domiciliar a Fabrício Queiroz e esposa

Presidente do STJ concede prisão domiciliar a Fabrício Queiroz e esposa

direitos trabalhistas

Bancários fecham 612 agências no sexto dia de greve; paralisações continuam

Hoje foi o sexto dia de greve, que deve continuar até a próxima quinta-feira, quando terá assembleia organizativa no Sindicato

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Nesta terça-feira (24), sexto dia de greve, mais de 612 agências bancárias e 17 centros administrativos permaneceram fechados, segundo um balanço feito pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região. No total, 29 mil trabalhadores participaram das paralisações, que devem continuar até quinta-feira (26), quando voltam a se reunir em assembleia organizativa no Sindicato.

Nesta terça-feira (24), agências e concentrações dos bancos Safra, Daycoval, Itau, Bradesco da Avenida Paulista ficaram paradas. O departamento de câmbio (Bradesco Nova Central) também aderiu ao movimento. “Sem nova proposta dos bancos, a adesão nesse sexto dia de greve chega a quase 30 mil bancários só na nossa base”, disse a presidente do Sindicato, Juvandia Moreira.

Segundo a presidente, a categoria reivindica aumento real nos salários, valorização nos pisos e verbas, PLR (participação nos lucros e resultados) maior e soluções para questões de saúde e condições de trabalho.