Autônomo: conheça os sinais de que seu negócio pode estar no caminho errado!

Conheça reflexos que podem dizer se você está na direção certa; para isso, autônomo deve ser bom administrador

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Quando o profissional se sente satisfeito com seu desempenho no mercado de trabalho, ele resolve se transformar em empreendedor. Mas nem sempre este tipo de negócio pode dar certo, porque, por mais que você conheça o segmento em que atua, não contar com a ajuda de terceiros pode ser difícil.

E, para saber se existem chances de seu negócio, aberto há pouco tempo, dar certo, veja abaixo sinais de má administração que podem vir a evitar uma suposta crise, o que seria uma decepção para quem saiu do emprego para tentar a sorte como autônomo.

Autônomo precisa ser administrador

O profissional que quer se tornar empreendedor deve ter noção também de questões financeiras, referentes à taxa de juros, fluxo de caixa e necessidade de financiamento no curto e médio prazo. Além disso, ainda deve gerir os negócios de olho nas oportunidades.

Aprenda a investir na bolsa

Os principais sinais de erros administrativos começam com a gestão. Será que a ajuda que recebe, de familiares ou amigos, é válida? Estas pessoas têm conhecimento dos negócios? Você consegue delegar funções? Tudo isso pode indicar que você está sobrecarregado e precisa de ajuda.

Com relação às finanças, você atrasa pagamentos? Precisa sempre de dinheiro emprestado? Caso não esteja conseguindo resolver os assuntos sozinho, e ainda não pediu socorro, pode ser que os negócios comecem a ir mal.

Sistema operacional

Agora, se suas contas estão “em dia”, mas você não consegue atender a todos os clientes, porque perde pedidos, atrasa assinatura de contratos e não faz as entregas na data adequada, pode ter certeza que deve tomar alguma atitude.

Ou você se organiza ou perderá a clientela. E um autônomo precisa dos contatos, bem como da propaganda boca-a-boca, para ter sucesso nos negócios.

Entre estes sinais, pode-se adicionar a queda na qualidade, estagnação, perdas de pedidos, perda de eficiência, queda ou estagnação do faturamento e perdas de margem de contribuição.

Sente que seu negócio está neste caminho? Então, pare e tente resolver estes pequenos detalhes, que poderão melhorar suas finanças e a saúde de seu empreendimento.

PUBLICIDADE