workaholics

“As pessoas são loucas”, desabafam ex-diretores da Apple sobre rotina na empresa

Ex-diretores criticam cobrança excessiva, trabalhos aos domingos e disponibilidade 24 horas para a empresa

SÃO PAULO – Ex-executivos da Apple revelaram em um podcast a jornada de trabalho “insana” cultivada na empresa. Ao Debug 47, o ex-diretor de tecnologia Don Melton e o ex-diretor de iOS Apps, Nitin Ganatra, criticaram a cobrança excessiva da Apple, como, esperar respostas imediatas de e-mails enviados de madrugada, além de enfrentar longas jornadas de trabalho.

Os executivos relatam que nem no domingo eles tiravam o dia para descanso. “Domingo é um dia de trabalho como qualquer outro na Apple porque há uma reunião no dia seguinte. Então você tinha que ter seu telefone à disposição, ficava sentado na frente do computador, não importa se o seu programa favorito estava passando na TV”, disse Melton.

Eles também tinham de estar disponíveis 24 horas por dia. E-mails enviados por diretores nas primeiras horas do dia, por exemplo, precisavam ser respondidos imediatamente. “Você recebe um e-mail que não é exatamente pra você. Mas ai começam a chegar vários outros às 2h45 da manhã e você sabe que há VPs e executivos esperando loucamente por uma resposta. E é assim semana após semana, mês após mês, ao longo de anos.”

PUBLICIDADE

Melton e Nitin dizem ainda que fazer horas extras é considerado normal na empresa, inclusive para o CEO Tim Cook, que passa madrugadas na Apple. “Quando você ouve histórias sobre Tim Cook trabalhar de madrugada não são apenas fofocas. Ele realmente faz isso. Quero dizer, as pessoas são loucas. Elas estão lá o tempo todo”, diz Nitin. Ele acrescenta que Tim Cook dorme em torno de três a quatro horas por noite.

Ao final do podcast, Melton resume o quão difícil é trabalhar na empresa: “Não há nenhuma maneira de você viver tranquilo durante um emprego na Apple. Nunca vi acontecer com alguém. É um trabalho muito estressante, com muita responsabilidade e que você tem que estar sempre disposto.”