As 25 melhores empresas para trabalhar no Brasil, segundo o LinkedIn

LinkedIn Top Companies revela as empresas em que os brasileiros sonham em construir carreira

Paula Zogbi

Publicidade

SÃO PAULO – O LinkedIn divulgou nesta quarta-feira (3) a lista LinkedIn Top Companies, que lista as 25 empresas em que os brasileiros sonham trabalhar e construir uma carreira.

Esta é a quarta edição da lista, elaborada a partir de dados do LinkedIn e de ações dos mais de 36 milhões de usuários brasileiros da plataforma. Além do Brasil, a lista é realizada no México, Estados Unidos, Austrália, Canadá, França, Alemanha, Índia, China, Japão e Reino Unido.

Apenas empresas com mais de 500 funcionários podem chegar à lista. O ranking leva em conta ações dos 12 meses encerrados em janeiro de 2019; agrupa as subsidiárias integrais de uma empresa na pontuação final da empresa matriz; e exclui o LinkedIn e sua controladora, a Microsoft, da consideração. Também são excluídos da consideração usuários cuja relação com as empresas seja de meio-período ou terceirizada.

Download Gratuito

Guia Onde Investir 2024

Descubra as melhores oportunidades para lucrar e se proteger em 2024

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

“Nossa classificação baseia-se no que os usuários estão fazendo, e não apenas dizendo, em sua busca por uma carreira de sucesso”, diz Rafael Kato, editor-chefe do LinkedIn para a América Latina. “Dentre os fatores analisados estão o interesse na empresa, interação com os funcionários da empresa, demanda por vaga e retenção de funcionários”, complementa.

Neste ano, o setor financeiro se destacou, com 16 dentre as 25 empresas listadas. Grupo XP, Nubank, Itaú, Safra e Stone estão entre elas. As empresas de tecnologia também ganharam notoriedade. Nomes como Movile, IBM, TOTVS e Oracle foram contemplados.

Invista na sua carreira: abra uma conta de investimentos na XP – é de graça! 

Continua depois da publicidade

As empresas que faziam parte do ranking em 2018, mas saíram da lista, são: UOL, Unimed, Renner, Bosch, Raízen e Hospital Sírio-Libanês. No lugar, entraram Movile, Grupo XP, Safra, Bayer, Oracle, BTG, RD, Bradesco, Vivo, GPA, Suzano, Heineken, Stone, Gol, brMalls, Syngenta e Nubank.

Confira o ranking completo, em ordem:

Empresa Segmento
1. Itaú Unibanco Bancos
2. Santander Bancos
3. Movile Tecnologia da informação e serviços
4. Grupo XP Serviços financeiros
5. Safra Bancos
6. Bayer Indústria farmacêutica
7. Raízen Petróleo e energia
8. IBM Tecnologia da informação e serviços
9. Oracle Tecnologia da informação e serviços
10. BTG Pactual Serviços financeiros
11. Resultados Digitais Software
12. Bradesco Bancos
13. Vivo Telecomunicações
14. GPA Varejo
15. Suzano Papel e produtos florestais
16. TOTVS Software
17. Johnson & Johnson Atendimento médico e hospitalar
18. Grupo Heineken Alimentos e bebidas
19. Stone Pagamentos Tecnologia da informação e serviços
20. GOL Linhas Aéreas Inteligentes Linhas aéreas/ Aviação
21. brMalls Varejo
22. Syngenta Agricultura
23. Nestlé Alimentos e bebidas
24. Nubank Serviços financeiros
25. AmBev Alimentos e bebidas

Tópicos relacionados

Paula Zogbi

Analista de conteúdo da Rico Investimentos, ex-editora de finanças do InfoMoney