Arma contra desemprego: ensino de empreendedorismo deve ser feito quanto antes!

Parlamentares já notaram importância de abrir novo negócio e querem implantar matéria em escolas

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Com o mercado de trabalho competitivo, empreender pode ser uma alternativa, e os parlamentares já percebem esta realidade.

Isso porque a Câmara analisa o Projeto de Lei 238/07, o qual inclui a matéria empreendedorismo nos ensinos médio e profissionalizante de forma extracurricular. Para que o assunto seja implantado, porém, as instituições de ensino terão dois anos de prazo depois da aprovação da proposta.

De acordo com o autor do PL, senador Marcos Guerra (PSDB-ES), a capacidade de empreender é uma das competências essenciais da inovação. Aplicar este tipo de assunto no ensino médio e profissional contribuirá para o surgimento de novos negócios, para a geração de renda e emprego e o exercício da cidadania.

Universidades também têm problemas

Aprenda a investir na bolsa

De acordo com pesquisa realizada pelo Sistema Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro), muitos universitários esperam que as faculdades ensinem como empreender. A medida, portanto, não está sendo tomada, o que exige que os próprios alunos corram atrás deste diferencial.

Para o presidente da Firjan, Carlos Mariani Bittencourt, a sondagem mostra “um paredão para os jovens quando chegam ao final da universidade”, já que não contam com o conhecimento para abrirem um negócio, o que seria uma alternativa para o desemprego.

Por isso, o próprio universitário deve reivindicar este tipo de conhecimento. Para quem já se formou, a alternativa é fazer cursos de curta duração complementares que possam dar uma noção básica sobre o assunto.

Dicas para começar

  • Para empreender, fazer um bom plano de negócios é fundamental. Não basta ter o dinheiro para iniciar o negócio, sem ter uma reserva para manter o empreendimento enquanto ele não der o retorno esperado;
  • Reciclar-se. É sempre importante se manter atualizado participando de palestras e feiras do setor;
  • Ter perseverança. Um negócio costuma demorar dois anos para dar lucro.