Síndico

A profissão em que você não sabia ser possível ganhar R$ 100 mil por mês

A estimativa é de que, em cinco anos, 50% dos condomínios sejam administrados por profissionais ou empresas capacitadas

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Em meio a uma onda de desemprego que tende a aumentar, os condomínios se tornaram um local de oportunidades para pessoas que possam administrar, otimizar resultados e reduzir despesas.

Como os moradores já não querem mais assumir o cargo de síndico e os condomínios já se tornaram verdadeiras empresas, movimentando milhões, em 2012 o Pró-Síndico formou a primeira turma de síndicos profissionais visando capacitar os alunos. “Fizemos o curso devido à procura que tínhamos. Em 2013, essa demanda cresceu 100% e formamos turmas com 100 alunos. No ano de 2014, foram 200 e, agora, no primeiro semestre de 2015, já foram formados 180, com expectativa de chegar a 400 até o final de dezembro”, disse Dostoiévscki Vieira, presidente do Pró-Síndico.

Por exemplo, existem grandes condomínios que abrem vaga para síndico profissional com salário de R$ 27 mil, por isso a demanda de profissionais mais bem capacitados – e de acordo com a associação, há quem consiga ganhar mais de R$ 100 mil por mês, administrando vários empreendimentos ao mesmo tempo. “Existem condomínios que movimentam mais de R$ 20 milhões por ano. Isto é mais do que 90% das empresas brasileiras”, ressaltou Vieira.

PUBLICIDADE

A estimativa é de que, em cinco anos, 50% dos condomínios sejam administrados por profissionais ou empresas capacitadas. Nos dias 31 de julho e 1º de agosto, acontecerá em São Paulo o Congresso de Gestão Condominial, encontro de gestores, fornecedores e consultores da área de administração condominial. No evento, serão apresentadas as noções de coaching para mediação de conflitos, novas tecnologias para economia de água, planejamento de segurança, entre outros assuntos.