E você?

80% dos profissionais não querem trabalhar em empresas envolvidas em corrupção; saiba mais

O levantamento apontou também que a maioria dos entrevistados (89%) acreditam que o sucesso ou fracasso da empresa está ligado aos valores que ela possui

Candidatos para vaga de emprego com currículos nas mãos
(Shutterstock)

SÃO PAULO – Um levantamento realizado pelo Vagas.com aponta que oito em cada dez profissionais não se candidatam para vagas de empresas envolvidas em escândalos de corrupção, desvios de dinheiros ou problemas que ferem seus valores.

Quando se candidatam para uma vaga de emprego, os profissionais consideram valores como a valorização humana (79%), respeito (78%) e ética (78%); outros, como comprometimento (71%), transparência (68%), qualidade de vida (68%), confiança (66%) e integridade (55%) também foram citados.

“As companhias que não se atentarem aos seus valores éticos e morais certamente perderão talentos”, disse Rafael Urbano, coordenador da pesquisa, reforçando que os profissionais têm receio em ter a carreira vinculada a essas empresas, de “conduta duvidosa”. “Os profissionais estão considerando em primeiro plano os aspectos mais humanos em detrimento de outros relacionados aos negócios como inovação e sustentabilidade”, ressalta Urbano.

PUBLICIDADE

O levantamento apontou também que a maioria dos entrevistados (89%) acredita que o sucesso ou fracasso da empresa está ligado aos valores que ela possui.

Metodologia
Foram entrevistadas 1.402 pessoas, sendo 53% delas homens; com idade média de 26 anos e ensino nível superior (56%), mais da metade (58%) dos entrevistados está desempregada.