Ano desafiador

8 profissões que estão em alta este ano

De acordo com o Guia de Profissões da Robert Half, consultoria especialista em carreira, as contratações continuarão em ritmo mais moderado e seletivo

SÃO PAULO – Depois de um ano de crise, inseguranças e contratempos no mundo profissional, 2017 será um pouco melhor, mas ainda assim o mercado de trabalho será desafiador, exigindo precisão das empresas no recrutamento e cautela dos profissionais empregados para manter suas posições ou realizarem movimentações na carreira. Os que buscam recolocação devem ter paciência e flexibilidade.

De acordo com o Guia de Profissões da Robert Half, consultoria especialista em carreira, as contratações continuarão em ritmo mais moderado e seletivo, com as companhias buscando cada vez mais profissionais com alta capacidade de entrega.

Se você está procurando uma oportunidade para conseguir um emprego neste ano, os consultores de carreira aconselham escolher não apenas pelo aspecto financeiro, mas também pela compatibilidade entre a oportunidade e os projetos profissionais, aprendizado e perspectivas de carreira dentro da companhia num período entre seis meses e um ano.

PUBLICIDADE

Confira abaixo a lista de oito profissões que devem permanecer em alta em 2017:

Engenheiro de vendas técnicas

O que faz: responsável por potencializar as receitas das empresas por meio de vendas consultivas, graças à sua formação altamente especializada;

Motivo para estar em alta: empresas precisam de profissionais que entendam o produto e/ou serviço, e que dominam o processo produtivo que está sendo comercializado para entregar uma solução customizada para o cliente agregando valor;

Formação acadêmica: engenharia

Gerente de vendas

PUBLICIDADE

O que faz: responsável pelas vendas e por aumentar o faturamento garantindo a lucratividade necessária para a empresa;

Motivo para estar em alta: em momentos desafiadores do mercado, a área comercial tende a ser vista como um dos meios para a garantia da continuidade dos negócios;

Formação acadêmica: administração, ciências contábeis, economia ou engenharia

Consultor comercial

O que faz: é o profissional que atua na área comercial das empresas de maneira mais abrangente e generalista, sendo, muitas vezes, alocado por região geográfica e não tanto por linha de produtos. Tem entre suas atribuições a função de trazer novas oportunidades de negócios para as empresas;

Motivo para estar em alta: promovem a aproximação da empresa com novos clientes e expandem a marca no mercado, garantindo a continuidade dos negócios;

Formação acadêmica: não exige formação específica

Analista de BI

O que faz: responsável pela inteligência da empresa por meio de análise de dados;

Motivo para estar em alta: com a evolução do mundo digital as empresas coletam cada vez mais dados. Este profissional é responsável por interpretá-los, transformando-os em ações para a empresa;

Formação acadêmica: tecnologia, engenharia, física ou estatística

Desenvolvedor Mobile

O que faz: responsável por desenvolver aplicativos para dispositivos móveis;

Motivo para estar em alta: as empresas continuam investindo na criação e melhoria de seus aplicativos e existem poucos profissionais no mercado com experiência prática necessária;

Formação acadêmica: área de tecnologia

Desenvolvedor UX

O que faz: responsável pelo desenvolvimento da interface com o usuário;

Motivo para estar em alta: grande parte das empresas está interessada em melhorar seus resultados de vendas e aumentar a retenção dos clientes;

Formação acadêmica: área de tecnologia

Analista de Crédito

O que faz: responsável pela análise de balanço e a “saúde” financeira da empresa que deseja contrair crédito, identificando a viabilidade da operação, bem como suas garantias e riscos;

Motivo para estar em alta: o mercado sinaliza a retomada das atividades comerciais e as empresas sentem necessidade de aumentar o seu fluxo de caixa;

Formação acadêmica: administração, economia ou engenharia

Analista de Compliance

O que faz: responsável por validar se todas as operações da companhia estão sendo realizadas de acordo leis e regulamentos externos e internos;

Motivo para estar em alta: aumento das regulamentações e normativas estabelecidas por órgãos reguladores;

Formação acadêmica: economia, administração ou engenharia