Conteúdo editorial apoiado por

Williams faz acordo de compra de US$ 1,95 bilhão por ativos de gás natural

Empresa fechou negócio por ativos de armazenamento de afiliada da Hartree Partners

Bloomberg

Publicidade

(Bloomberg) — A operadora de gasodutos Williams fez um acordo de compra por ativos de armazenamento de gás natural de uma afiliada da Hartree Partners LP por US$ 1,95 bilhão (R$ 9,42 bilhões), em uma aposta no crescimento da demanda pelo combustível nos Estados Unidos e em mercados internacionais.

O acordo inclui seis instalações de armazenamento subterrâneo em Louisiana e Mississippi, disse a Williams em comunicado na quarta-feira. A empresa também terá 370 quilômetros de gasodutos, além de 30 interconexões.

Além de dar à Williams armazenamento ligado à Transco, maior canalizadora de transmissão de gás dos EUA, a transação posiciona a Williams para ganhar com uma maior expansão da indústria de exportação de gás natural liquefeito do país. Os EUA cresceram nos últimos anos para competir com o Qatar e a Austrália como o maior exportador mundial de gás natural liquefeito (GNL). Ainda há previsão de expansão da capacidade para a Costa do Golfo dos EUA, com três novos terminais de exportação de GNL chegando a uma decisão final de investimento este ano.

O BofA Securities é o consultor financeiro da Williams no negócio e Davis Polk & Wardwell LLP é o seu consultor jurídico. Para Hartree, Evercore lidera a consultoria financeira, que tem participação da Wells Fargo Securities LLC. Milbank LLP é o consultor jurídico de Hartree.

IM Business

Newsletter

Quer ficar por dentro das principais notícias que movimentam o mundo dos negócios? Inscreva-se e receba os alertas do novo InfoMoney Business por e-mail.

Preencha o campo corretamente!
E-mail inválido!
Preencha o campo corretamente!
Preencha o campo corretamente!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.