Conteúdo editorial apoiado por

Rio Grande do Sul volta ao pódio na produção de grãos

Após quebra em 2022/23, colheita gaúcha deverá crescer mais de 40%

Fernando Lopes

Publicidade

Embora, no momento, as atenções estejam concentradas nos reflexos negativos que o El Niño tem provocado sobre as lavouras de soja de Mato Grosso, no Rio Grande do Sul o fenômeno continua a permitir uma importante recuperação da produção de grãos nesta safra 2023/24, depois dos problemas gerados pelo La Niña no ciclo passado.

Puxados por soja, milho e arroz, o Rio Grande do Sul deverá colher 38,8 milhões de toneladas de grãos na temporada atual, segundo dados divulgados esta semana pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Se confirmado, o volume será 40,8% superior ao de 2022/23.

Com isso, a participação gaúcha na produção brasileira de grãos voltará a crescer e chegará a 12,7%, ante apenas 8,6% na safra passada. O Rio Grande do Sul, assim, vai retomar a terceira posição entre os maiores Estados produtores do país, atrás apenas de Mato Grosso (89,6 milhões de toneladas) e do Paraná (43,2 milhões). Em 2022/23, foi superado também por Goiás e Mato Grosso do Sul.

Somados também Paraná e Santa Catarina, a colheita de grãos da região Sul deverá alcançar 89 milhões de toneladas em 2023/24, 10,3% mais que na temporada passada e volume equivalente a 29% do total nacional. Em 2022/23, com a quebra gaúcha, a fatia ficou em 25%. 

O Centro-Oeste tende a representar, segundo a Conab, 47,5% do total em 2023/24, ante 50,8% no ciclo passado. Mesmo com uma colheita robusta, próxima de 90 milhões de toneladas, a queda em Mato Grosso na comparação com 2022/23 está calculada em 11,3%, e a quebra em relação às expectativas iniciais vem se confirmando como a maior da história no Estado.

Quebras em um Estado produtor importante costumam gerar alta de preços no mercado, que termina por beneficiar outros Estados que não sofreram. Dessa forma, a expectativa é que este seja um ano não só de recuperação do volume de produção no Rio Grande do Sul, mas também de renda para os produtores gaúchos.

Newsletter

IM Business Agro

Inscreva-se na newsletter e receba análises exclusivas sobre tudo que movimenta o universo do agronegócio, além de uma curadoria com o que de melhor aconteceu ao longo da semana

Preencha o campo corretamente!
E-mail inválido!
Preencha o campo corretamente!
Preencha o campo corretamente!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.