Conteúdo editorial apoiado por

Pedra Agroindustrial sai em busca de mais R$ 590 milhões

Com três usinas em produção, grupo pretende inaugurar quarta unidade em 2025

Alexandre Inacio

Publicidade

A Pedra Agroindustrial, uma dos mais tradicionais grupos sucroalcooleiros do Brasil, está no mercado para levantar R$ 590 milhões em debêntures. Os títulos têm prazo de oito anos e vão pagar IPCA+1,05% ao ano.

Essa é a segunda emissão do grupo em menos de seis meses. A primeira foi anunciada em agosto do ano passado, quando o grupo levantou R$ 200 milhões.

A captação vem após a Pedra Agroindustrial ter seu lucro de 2023 corroído pelo aumento de suas despesas financeiras. O último balanço da companhia mostra uma queda de 62% no lucro líquido, para R$ 254,3 milhões na safra passada.

Em 2023, a companhia viu suas despesas financeiras aumentarem 67%, para R$ 333,8 milhões. A maior parte desse valor (62%) foi referente ao pagamento de juros sobre financiamentos. Outra parcela importante (32%) estava relacionada ao pagamento dos arrendamentos.

O grupo tem atualmente três unidades em operação – Serrana, Buritizal e Nova Independência -, todas no interior de São Paulo. Em Mato Grosso, no município de Paranaíba, a empresa está construindo sua quarta planta, que tem sua estreia esperada para 2025.

Newsletter

IM Business Agro

Inscreva-se na newsletter e receba análises exclusivas sobre tudo que movimenta o universo do agronegócio, além de uma curadoria com o que de melhor aconteceu ao longo da semana

Preencha o campo corretamente!
E-mail inválido!
Preencha o campo corretamente!
Preencha o campo corretamente!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.