Conteúdo editorial apoiado por

Netflix volta a sonhar com recordes a partir de aposta em esportes e eventos ao vivo

Empresa tem imitado o modelo da TV tradicional e ações devem subir com novas abordagens

Bloomberg

Um smartphone usando a Netflix. (Foto: Bloomberg)

Publicidade

(Bloomberg) — Após o sucesso da Netflix (NFLX)com assinaturas suportadas por publicidade, as apostas estão agora no esforço da gigante do streaming para ingressar em eventos ao vivo e esportes impulsionarão o próximo aumento no preço das ações.

Seria mais um exemplo de como imitar o modelo tradicional de TV está valendo a pena para a empresa de US$ 280 bilhões. Mover-se para o tipo de programação que historicamente pertenceu à televisão linear pode muito bem ser o catalisador que levará as ações de volta aos picos recordes de 2021.

“Quando você tem a audiência, você controla o preço, e só pense no poder de precificação que a Netflix pode exercer para anúncios em torno de esportes e qualquer outra coisa que as pessoas queiram assistir ao vivo,” disse Eric Clark, gerente de portfólio da Accuvest Global Advisors. “Vemos isso como mais uma alavanca de crescimento.”

Continua depois da publicidade

Grande parte da recuperação das ações — com aumento de 33% no acumulado do ano — reflete o sucesso da Netflix em tranquilizar os investidores sobre sua capacidade de continuar crescendo, mesmo em mercados maduros. A repressão ao compartilhamento de senhas contribuiu para uma recuperação pós-Covid no número de assinantes, e a empresa está obtendo sucesso com seu plano de anúncios. A Netflix disse no mês passado que tinha 40 milhões de usuários ativos mensais nessa modalidade, contra 5 milhões há um ano.

Adicionar esportes e mais eventos ao vivo faz parte desse plano. Tendo já exibido o popular “The Roast of Tom Brady”, a Netflix exibirá um evento de boxe entre Jake Paul e Mike Tyson. Ela transmitirá dois jogos da NFL (sigla da liga de futebol americano) neste Natal e comprou direitos exclusivos para o “Raw” e outros programas da World Wrestling Entertainment.

Olho nos esportes

Os esportes também se tornaram uma área importante de investimento para outros serviços de streaming. A Amazon está supostamente se aproximando de um acordo para adicionar uma mistura de jogos de temporada regular e playoff da NBA (liga de basquete americana) ao seu serviço Prime. A Bloomberg Intelligence escreveu que os esportes — incluindo as Olimpíadas — ajudarão o Peacock, da NBC, a se destacar, e que a Walt Disney gastará pelo menos US$ 12,2 bilhões em esportes em 2026.

Continua depois da publicidade

Wall Street abraçou o impulso da Netflix. O evento Tyson-Paul “poderia ser a luta de boxe mais assistida de todos os tempos, dada a facilidade de acesso e a grande base global de assinantes da Netflix,” estima o JPMorgan Chase & Co., prevendo que a luta atrairá mais dólares em publicidade.

O analista do JPMorgan, Doug Anmuth, tem uma recomendação de overweight para as ações, vendo a diversidade de ofertas entre as razões pelas quais a Netflix poderia se tornar a “escolha padrão” para os espectadores consumirem TV, filmes e outros conteúdos.

O consenso para os lucros líquidos anuais da empresa aumentou 7,1% nos últimos três meses, de acordo com dados compilados pela Bloomberg, enquanto as estimativas de receita subiram apenas 0,5%.

Continua depois da publicidade

Seja um dos primeiros a garantir ingressos para a NFL no Brasil com a XP. Pré-venda exclusiva com Cartão XP, aprovado em 24h!

Visão cautelosa

Há razões para cautela, incluindo as previsões decepcionantes fornecidas pela empresa na divulgação de resultados em abril. Além disso, a empresa não é mais a pechincha que era após o auge da pandemia. Com um múltiplo de 32 vezes os lucros estimados, as ações são negociadas com um desconto em relação à sua média de cinco anos, que é de cerca de 40 vezes, embora isso ainda seja mais que o dobro do mínimo de 2022. O Índice Nasdaq 100 é negociado a um múltiplo de quase 26.

Menos de 70% dos analistas rastreados pela Bloomberg recomendam comprar as ações, o que está em linha com o preço-alvo médio.

Continua depois da publicidade

Cotton Swindell, gerente sênior de portfólio do Adams Diversified Equity Fund, possui as ações e vê “muitas razões para estar confortável com a Netflix,” embora ele não espere que eventos ao vivo e esportes resultem em um crescimento imediato e explosivo.

“A questão é se o crescimento é forte o suficiente para sustentar a avaliação, e eu digo que sim,” ele disse.

© 2024 Bloomberg L.P.