Conteúdo editorial apoiado por

Hilton expande oferta de hotéis de luxo com uma nova aquisição

Rede hoteleira comprou participação majoritária na Sydell Group, dona da marca NoMad

Bloomberg

Publicidade

A rede internacional de hotéis Hilton está em processo de aquisição do controle acionário da Sydell Group, grupo de hospitalidade dono da NoMad Hotels. Com a operação, a Hilton quer expandir a marca NoMad Hotels e aumentar suas ofertas de luxo.

A transação prepara o terreno para uma expansão mais ampla nas principais cidades globais, de acordo com Chris Silcock, presidente da Hilton para marcas globais e serviços comerciais. Todas as propriedades NoMad serão operadas de forma independente, enquanto a marca, conhecida por sua principal localização em Londres, será integrada às plataformas da Hilton, de acordo com um comunicado divulgado nesta quarta-feira, que não incluiu detalhes financeiros.

“O NoMad London faz um ótimo trabalho ao combinar luxo e estilo de vida em uma experiência única que atrai viajantes abastados”, disse Silcock em entrevista. “Achamos que podemos pegar esse conceito e expandi-lo para algo em torno de 100 propriedades.”

No ano passado, a Bloomberg News informou que o Sydell Group estava trabalhando na venda da marca NoMad, citando Hilton como um potencial comprador.

O CEO da Sydell, Andrew Zobler, abriu o primeiro hotel NoMad em Manhattan, ao norte do Madison Square Park, em 2012. O hotel original em Nova York fechou durante a pandemia. A empresa de Zobler desenvolveu outras marcas boutique, incluindo Freehand e Ned, que não fazem parte do acordo Hilton.

O CEO do Hilton, Christopher Nassetta, há muito expressou seu desejo de adicionar uma marca de estilo de vida para complementar ofertas de luxo mais tradicionais, como o Waldorf Astoria e o Conrad. A transação envolvendo a rede NoMad ocorre após a empresa fechar parcerias recentes com a marca de hospitalidade ao ar livre AutoCamp e Small Luxury Hotels of the World, uma rede de mais de 500 propriedades boutique.

A Hilton tem frequentemente optado por desenvolver novas marcas internamente, evitando aquisições, ao contrário dos rivais Marriott e Hyatt. No mês passado, a Hilton concordou em adquirir a Graduate Hotels.

“Por uma série de motivos, como taxas de juros, o ambiente está mais estressado do que o normal”, disse Nassetta em uma teleconferência com investidores em fevereiro. “O cenário de stress talvez ofereça um pouco mais de oportunidades do que vínhamos enxergando.”

O NoMad Las Vegas não faz parte do acordo e o hotel será renomeado nos próximos meses, disse Hilton.

IM Business

Newsletter

Quer ficar por dentro das principais notícias que movimentam o mundo dos negócios? Inscreva-se e receba os alertas do novo InfoMoney Business por e-mail.

Preencha o campo corretamente!
E-mail inválido!
Preencha o campo corretamente!
Preencha o campo corretamente!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.