Conteúdo editorial apoiado por

Ciclus, empresa de gestão de resíduos da Simpar, prolonga contrato com a Comlurb até 2036

Além da prestação de serviços até 2036, aditivo contratual prevê novo cálculo para reajuste

Equipe InfoMoney

(Shutterstock)

Publicidade

A Ciclus, empresa de gestão de tratamento de resíduos, subsidiária da Simpar, renovou contrato de prestação de serviços com a Companhia Municipal de Limpeza Urbana do Rio Janeiro (Comlurb). O contrato de concessão, que seria finalizado em abril de 2026, foi estendido por 10 anos e passa a ter previsão de encerramento em abril de 2036. A extensão foi acordada por meio de aditivo contratual que também prevê pagamentos em atraso à Ciclus.

Um saldo de R$ 290,3 milhões será pago à empresa em 51 parcelas mensais, corrigidas em 1% ao mês. O valor corresponde a amortização de um saldo devedor retroativo. O aditivo também determina:

Diante desse aditivo, a holding JSP, da família Simões , uma das principais acionistas da Simpar, informou ter notificado o conselho de administração da sua investida que exerceu bônus de subscrição, no contexto de incorporação.

O conselho da Simpar vai ser convocado para deliberar sobre o aumento de capital relativo ao exercício do bônus de subscrição.

IM Business

Newsletter

Quer ficar por dentro das principais notícias que movimentam o mundo dos negócios? Inscreva-se e receba os alertas do novo InfoMoney Business por e-mail.

Preencha o campo corretamente!
E-mail inválido!
Preencha o campo corretamente!
Preencha o campo corretamente!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.