Conteúdo editorial apoiado por

Cade aprova sem restrições compra da Pismo pela Visa por US$ 1 bilhão

Aquisição foi anunciada no fim de junho deste ano e estava em análise no órgão antitruste desde meados de agosto

Rikardy Tooge

Publicidade

A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições a compra da fintech Pismo pela americana Visa, em um negócio de US$ 1 bilhão anunciado no fim de junho deste ano.

Em despacho publicado no dia 1º deste mês, o superintendente-geral do Cade, Alexandre Barreto, acolheu os argumentos da Visa de que a transação não afetaria a concorrência, uma vez que os ativos seriam complementares. O processo tramitava no conselho desde o fim de agosto.

“A Pismo oferece serviços de integração/conectividade que permitem às instituições financeiras e instituições de pagamento operar nos arranjos de pagamento com os quais possuem transações. As soluções da Pismo viabilizam o processamento em arranjos de pagamento como os da Visa e da Mastercard”, defendeu a Vista em ofício enviado ao Cade.

Durante o processo de análise da transação, o órgão antitruste colheu opiniões de outros players de mercado, como BTG Pactual, Banco do Brasil, Elo, CSU Digital, Bradesco, Santander e Mastercard.

IM Business

Newsletter

Quer ficar por dentro das principais notícias que movimentam o mundo dos negócios? Inscreva-se e receba os alertas do novo InfoMoney Business por e-mail.

Preencha o campo corretamente!
E-mail inválido!
Preencha o campo corretamente!
Preencha o campo corretamente!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Rikardy Tooge

Repórter de Negócios do InfoMoney, já passou por g1, Valor Econômico e Exame. Jornalista com pós-graduação em Ciência Política (FESPSP) e extensão em Economia (FAAP). Para sugestões e dicas: rikardy.tooge@infomoney.com.br