Conteúdo editorial apoiado por

Agfintech Creditares deve movimentar R$ 300 milhões em operações de crédito em 2023

Solução da empresa identifica alternativas de financiamento para produtores rurais

Fernando Lopes

Publicidade

A Creditares, agfintech fundada em 2021 com a proposta de levar aos produtores rurais as melhores alternativas de financiamento para o custeio de suas atividades e para investimentos, prevê movimentar R$ 300 milhões em sua plataforma em 2023 e, para continuar a avançar, está em meio a uma nova rodada para atrair investidores.

É a terceira rodada do gênero promovida pelos sócios José Corral e Daniel Latorraca, que não dão detalhes sobre o quanto já captaram ou sobre o valor que pretendem levantar agora. Corral, que é o CEO da Creditares, diz que a rodada deverá ser concluída no primeiro trimestre de 2024 e que os recursos serão usados em tecnologia, para ampliar o raio de ação da empresa.

Atualmente, a plataforma da agfintech conta com cerca de 2,5 mil produtores cadastrados, que têm à disposição opções de financiamento oferecidas por mais de 20 instituições financeiras. Essas alternativas incluem linhas de crédito bancário com juros livres e controlado e oportunidades no mercado de capital, como os Fiagro.

Para assessorar o produtor em sua tomada de decisão, a Creditares trabalha, hoje, com 30 “agro bankers”, pessoas físicas ou jurídicas treinadas para tal. E se a plataforma reúne e compara as alternativas de crédito, facilitando a vida do produtor, para o financiador a vantagem é contar com uma base de dados completa sobre o cliente em potencial.

Segundo Corral, esses dados são recolhidos em cerca de 50 bases de dados, públicas e privadas. Estão ali informações como o perfil da propriedade e da produção, financiamentos pregressos e atuais e se há problemas ambientais e trabalhistas. O faturamento da Creditares vem de participações nas operações fechadas, que também não foram reveladas.

Com os avanços tecnológicos pretendidos e uma ampliação do número de “agro bankers”, que deverá chegar a 50 – e tendo em vista que a demanda neste ano foi maior do que o serviço podia suportar -, a Creditares prevê movimentar R$ 500 milhões em operações em 2024. Atualmente, a maior parte dos produtores cadastrados na plataforma da empresa cultivam grãos e criam gado, com fazendas de 5 mil a 50 mil hectares localizadas, sobretudo, no Centro-Oeste e no Matopiba.

Newsletter

IM Business Agro

Inscreva-se na newsletter e receba análises exclusivas sobre tudo que movimenta o universo do agronegócio, além de uma curadoria com o que de melhor aconteceu ao longo da semana

Preencha o campo corretamente!
E-mail inválido!
Preencha o campo corretamente!
Preencha o campo corretamente!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Tópicos relacionados