Em bradesco

Bradesco quer distribuir R$ 1,1 bilhão aos seus acionistas em JCP; veja detalhes

Proposta do banco equivale a um valor líquido de R$ 0,146619714 por ação ordinária e R$ 0,161281686 por preferencial e valerá apenas para quem deter papéis do banco no fechamento de 30 de junho

Bradesco_Bloomberg

SÃO PAULO - A diretoria do Bradesco (BBDC3; BBDC4) submeteu ao conselho de administração a proposta para o pagamento de R$ 1,102 bilhão em juros sobre capital próprio intermediários relativos ao primeiro semestre de 2017.

Segundo fato relevante divulgado na manhã desta terça-feira (20), o valor equivale a R$0,172493781 por ação ordinária (BBDC3) e R$0,189743160 por ação preferencial (BBDC4). Descontando a alíquota de 15% do imposto de renda, o provento pago ficará em R$ 0,146619714 para cada BBDC3 e R$ 0,161281686 por cada BBDC4.

Receberão estes proventos os acionistas que detiverem ações do Bradesco até o fechamento de 30 de junho. Assim, os papéis serão negociados "ex-juros" a partir de 3 de julho. A data de pagamento dos JCPs será em 17 de julho, informa o banco.

Levando em conta o valor proposto e o último fechamento das ações do Bradesco, o dividend yield (dividendo pago por ação dividido pelo valor da ação) líquido para as ações ordinárias é de 0,55%, enquanto para os papéis PNs o yield será de 0,60%.

 

Contato