Em bradesco

Bradesco fica "ex" nesta quinta-feira; veja quanto os acionistas receberão em proventos

Como o Bradesco mantém uma política de distribuição mensal de proventos, as ações voltam a ficar "ex" em 2 de março, referente aos proventos do terceiro mês do ano.

agência Bradesco Poá - bancos
(Wikimedia)

SÃO PAULO - As ações do Bradesco ficam "ex-proventos" nesta quinta-feira (2) e os acionistas que encerrarem o pregão da véspera com os papéis do banco em carteira terão direito à remuneração que será pega pelo banco em 1º de março. 

A instituição financeira vai pagar R$0,017249826 por ação ordinária e R$0,018974809 por ação preferencial em JCP (juros sobre capital próprio) referentes ao mês de fevereiro. Sobre o valor, incidirá imposto de renda de 15%.

Como o Bradesco mantém uma política de distribuição mensal de proventos, as ações voltam a ficar "ex" em 2 de março, referente aos proventos do terceiro mês do ano.

Lucro no 4º trimestre
Na manhã desta quinta-feira, o segundo maior banco privado do país anunciou que teve lucro líquido de R$ 3,592 bilhões no quarto trimestre, queda de 17,5% ante mesmo período de 2015. Na métrica ajustada, o lucro do período foi de R$ 4,385 bilhões de reais, recuo de 3,9% sobre um ano antes.

Na avaliação do Itaú BBA, os lucros do Bradesco ficaram “levemente abaixo do esperado e do consenso do mercado” e a evolução da qualidade dos ativos e as margens foram os principais destaques negativos do quarto trimestre de 2016. “Na nossa opinião, outro rodada de performance significativamente acima da média só virá com a redução do custo de capital do Brasil”, diz o relatório. O Credit Suisse aponta ainda que os números apresentados e o guidance devem ser marginalmente negativos para as ações. 

 

Contato