Em bmfbovespa

Ação da BM&FBovespa tem "minuto de pânico" e chega a cair 3,7% com forte volume; veja a reação em imagem

De acordo com gestores ouvidos pelo InfoMoney, movimento ocorreu em meio à venda do restante da participação que o CME Group tinha nos papéis BVMF3

Trader - BM&FBovespa
(Bloomberg)

SÃO PAULO - Os investidores em ações da BM&FBovespa (BVMF3) tiveram um minuto de fortes emoções - ou melhor, de pânico - na tarde desta terça-feira (24). Mais precisamente, às 14h17 (horário de Brasília). 

Foi nesse minuto que as ações passaram a despencar na Bolsa, chegando a uma queda máxima de 3,72%, a R$ 17,85, com um volume bem acima da média. E mais: sem nenhuma notícia que pudesse levar a um movimento tão brusco. Neste intervalo, foram realizadas três operações de compra e venda direta intermediadas pelo Bank of America Merryll Lynch totalizando 25,9 milhões de ações, com um volume negociado de R$ 783,6 milhões de ações. 

Para dar uma ideia do tamanho desse conjunto de operações, ele foi cerca de quatro vezes o volume financeiro médio negociado nos últimos 21 pregões, de R$ 193,84 milhões. 

De acordo com gestores de mercado ouvidos pelo InfoMoney, o que ocorreu foi provavelmente a venda direta da participação do CME Group do restante das ações BMVF3 que possuía. Em outubro do ano passado, a dona das bolsas de futuros e opções de Chicago já havia reduzido a sua participação na BM&FBovespa de 4% para 2,4%, ao concluir a venda de 28 milhões de papéis da companhia.

Agora, com a venda dos quase 26 milhões dos papéis restantes, foi natural uma pressão baixista para os papéis da companhia. Minutos após a operação, as ações amenizaram a queda, fechando com perdas de 2,32%. O volume total negociado na sessão foi de R$ 922,47 milhões, o maior registrado desde 4 de março de 2016. 

Vale destacar que, na última sexta-feira, a Bovespa informou que o conselheiro indicado pelo CME Group para o conselho de administração da companhia, Charles Peter Carey, havia renunciado ao posto. A BM&FBovespa informou ainda que a CME havia manifestado não ter interesse, no momento, em nomear um novo candidato para o conselho da companhia, mas não informou o motivo da renúncia de Carey. 

Confira o gráfico de um minuto das ações da BM&FBovespa e o book de ofertas:

Reação às 14h17

 

Book de ofertas:

 

Tudo sobre:  Bovespa   Ações  

Contato