Em bmfbovespa

Lucro da BM&FBovespa cai mais que o esperado, mas receita "salva"

Receita, Ebitda e margem Ebitda superaram as projeções de analistas de Itaú BBA, Ágora e Safra

ações - mesa - bolsa de valores - Bovespa - cotações
(Rafael Matsunaga/Wikimedia)

SÃO PAULO - O lucro líquido da BM&FBovespa (BVMF3) caiu 5,31% no terceiro trimestre, atingindo os R$ 276,5 milhões - recuo superior ao que era projetado pelos analistas ouvidos pelo InfoMoney, pertencentes à Itaú BBA, Ágora e Safra. 

Todos os outros números da companhia superaram as projeções: a receita líquida pulou 5,65% de R$ 493,7 milhões para R$ 521,6 milhões - acima dos R$ 514,4 milhões estimados pelas três casas de research. "Mantivemos o foco na execução de nossa estratégia de aumentar e diversificar receitas e atingir excelência operacional", afirma Edemir Pinto, diretor presidente da companhia. 

O otimismo dele é ressaltado pelo Ebitda (lucro antes de imposto, juros, depreciação e amortização) que subiu 8,08% para R$ 375,6 milhões. Dessa forma, a margem Ebitda (Ebitda/receita líquida) cresceu 1,6 pontos percentuais para 72%. "Estamos prontos para capturar e potencializar as oportunidades do mercado de capitais brasileiro e pela nova realidade de taxa de juros baixa", finaliza Pinto. 


3T12 3T12E* 3T11 3T12/3T12E 3T12/3T11
Receita líquida**  521,6 514,4 493,7  1,40% +5,65%
Ebitda** 375,6  361,5 347,5  3,90% +8,086%
Margem Ebitda  72,0% 70,5% 70,4%  +1,5 p.p. +1,6 p.p.
Lucro líquido 276,5 280 292  -1,25% -5,31%
*Projeções de Itaú BBA, Ágora e Safra
**Projeções de Itaú BBA e Ágora

 

Contato