Em bmfbovespa

BM&FBovespa mostra expansão de 6,5% na receita líquida no primeiro trimestre

Companhia apresenta avanço em todos os segmentos, com Bovespa atingindo recorde histórico de volume médio diário

SÃO PAULO - A BM&F Bovespa (BVMF3) apresentou nesta quinta-feira (10) seu balanço referente ao primeiro trimestre deste ano. A receita líquida da companhia cresceu 6,5% na comparação ano a ano, totalizando R$ 502,8 milhões, refletindo o crescimento em todos os segmentos da empresa. 

Os investidores estrangeiros foram os principais responsáveis pela alta performance do segmento Bovespa, que atingiu recorde histórico de volume médio diário, avançando 11,4% em relação ao mesmo período de 2011. Diante disso, o diretor presidente da empresa, Edemir Pinto, ressaltou um começo de ano de forte crescimento das linhas de receitas e resultados. 

O lucro líquido da companhia registrou crescimento de 3,6%, finalizando março deste ano em R$ 280,4 milhões, enquanto o Ebitda (geração operacional de caixa) foi de R$ 368,3 milhões, frente aos R$ 308,1 milhões apresentados nos primeiros três meses do ano passado, o que configurou em uma alta de 19,6%. Em relação à margem Ebitda (Ebitda/Receita Líquida), a companhia mostrou expansão de 8,01 pontos percentuais, totalizando 73,3%. 

Segundo comunicado da companhia, o avanço na margem operacional está relacionado com a redução das despesas ajustadas, ficando em linha com as estimativas da BM&FBovespa para 2012. "Melhores condições de mercado, capacidade de ampliar a participação de novos produtos nas nossas receitas e um rígido controle de custos se traduziram em um trimestre bastante positivo", disse Eduardo Refinetti Guardia, diretor executivo financeiro, corporativo e de relações com investidores da empresa. 

Para ele, a companhia está no caminho certo para cortar as despesas deste ano em termos reais. Além disso, a empresa destacou a nova plataforma de negociações ainda em fase de testes. "Nosso foco na criação de uma das bolsas mais modernas do mundo começa a trazer frutos, com os testes do módulo de ações do PUMA Trading Systems progredindo de acordo com o planejado e produzindo resultados muito satisfatórios", indicou Edemir Pinto. 

 

Contato