Blog InfoMoney

Investimentos Internacionais

Em blogs / investimentos / investimentos-internacionais

O que Buffett não está fazendo no mercado e que deveria ser seguido pelos investidores

As bolsas estão batendo recordes e as ações estão, no mínimo, negociando a preços pouco atrativos

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores.

Warren Buffett
(Bloomberg)

No dia 3 de agosto, a Berkshire Hathaway, famosa empresa liderada pelo bilionário Warren Buffett, apresentou seus resultados trimestrais. O que não chocou foi o caixa da empresa, que já passou dos US$ 122 bilhões – e não para de aumentar.

Se o maior investidor da atualidade não consegue achar um lugar para investir o caixa da empresa, devemos nos perguntar o motivo. E ele é fácil de achar: as bolsas estão batendo recordes e as ações estão, no mínimo, negociando a preços pouco atrativos.

A paciência é uma característica importantíssima no currículo de um bom investidor (não de um bom especulador) e saber esperar por uma barganha nos dá uma grande vantagem em relação ao mercado. Como disse Howard Marks no seu brilhante livro intitulado "The Most Important Thing", o oportunismo paciente é quase sempre a melhor estratégia.

Mas não é isso que estamos vendo hoje nos mercados. Uma geração de gestores nunca viu um crash de verdade e se habituou a comprar a cada pequena queda do mercado (buy the dip), como quem segue um manual de uma regra só. Essa estratégia funcionou bem desde 2009, mas está ficando cada vez mais arriscada.

O próprio Marks, em um memorando divulgado no ano passado já dizia que estamos mais perto do final do que do começo desse bull market. Notáveis, como Ray Dalio, Stanley Druckenmiller, Jeff Gundlach e Paul Tudor Jones também já alertam para isso. E Buffett, apesar de não dizer abertamente, está fazendo – aliás, não está: ele não investe dinheiro de verdade há um bom tempo.

Os sinais estão todos aí: o ouro, uma recomendação nossa desde o ano passado, está subindo com intensidade, assim como bonds de primeira linha, que batem recordes. Agora, com a moeda chinesa passando a barreira dos CNY7 por dólar pela primeira vez desde 2008, os riscos não param de aumentar. Agora é hora de ser prudente e não tentar pegar aquele último centavo. A paciência normalmente é bem recompensada.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores.

 

perfil do autor

InfoMoney Blogs

Marcelo López

Marcelo López tem certificação CFA, é gestor de recursos na L2 Capital Partners, com MBA pelo Instituto de Empresa (Madrid, Espanha) e especialização em finanças pela principal escola de negócios da Finlândia (Helsinki School of Economics and Business Administration). Atuou como Gestor de Carteiras e de Fundos em grandes gestoras internacionais, tais como London & Capital e Gartmore Investment Management.

Contato