Os 4 passos para se estabelecer no mercado financeiro

Quais, você imagina que seriam, as principais razões para um Agente Autônomo de Investimento dar certo? Qual o segredo?
Blog por Gabriel Bassanesi  

Olá Leitor!

Se você chegou nesse blog é porque se interessa por finanças e empreendedorismo

Hoje, todo empreendedor, seja de uma start up, uma franquia ou um assessor de investimentos, precisa trabalhar duro, ter persistência e se dedicar muito ao negócio para alcançar o sucesso. O melhor exemplo disso é que vemos com frequência, desde pequenas empresas até grandes franquias, como McDonalds, Subway e Boticário, fecharem por falta de gerenciamento. 

Mas o que difere um bom empreendedor dos outros? 

 

Quais, você imagina que seriam, as principais razões para um Agente Autônomo de Investimento dar certo? Qual o segredo?

Em primeiro lugar intensidade

Quando se fala em intensidade, logo se imagina alguém trabalhando das 8h às 20h todos os dias. 

Errado! Intensidade, é quando o empreendedor, na sua mesa de trabalho, está a todo momento focado em fazer as coisas darem certo. O tempo todo ligando para clientes, pedindo indicações, marcando encontros, almoços, buscando novas reuniões, pedindo para fazerem uma avaliação do mês nos investimentos, enfim, usando cada segundo do seu tempo com foco em resultado.

O segundo ponto é conhecimento de produtos. 

Não adianta nada um assessor de Investimentos falar com um número enorme de clientes, marcar reuniões, estabelecer uma noa conexão com eles, e não conseguir transmitir conhecimento. 

É preciso saber recomendar as melhores soluções para cada perfil de investidor, explicar com detalhes a diferenças entre uma LCI e uma LCA. Quais produtos de Renda Fixa são tributado, quanto é a tributação, como funcionam os vencimentos. 

Estar sempre atualizado em relação ao panorama econômico mundial, sabendo, por exemplo, como o desaceleramento Chinês vai impactar a economia brasileira, ou de que forma o aumento da taxa de juros influencia os investimentos de cada cliente. 

Um bom assessor de investimentos nunca pode parar de estudar, e seu objetivo é transmitir esse conhecimento a sua carteira de clientes.

Em terceiro lugar, é se conectar com pessoas.

O melhor exemplo aqui é que todo mundo, quando pensa em organizar uma festa de casamento, por exemplo, teria no mínimo 150 pessoas para convidar, entre amigos, colegas de trabalho e familiares. 

Esse networking é o melhor ponto de início para uma pessoa que pensa em iniciar na profissão de Agente Autônomo de Investimentos. 

E por último, e mais importante, é a Comunicação

Você já viu um grande CEO que não sabe fazer uma boa apresentação? O Steve Jobs, no evento que mudou para sempre o mundo da telecomunicação, treinou intensivamente durante um mês a apresentação do, revolucionário na época, iPhone I. 

Por isso eu pergunto: do que adianta ser um Assessor de Investimentos se o seu vizinho de porta não sabe que você é um Assessor. 

Saber explicar para os outros a sua profissão, treinar sua comunicação para se apresentar a potenciais clientes, e vender seus serviços, é essencial para o crescimento de sua carreira.

Espero que tenham gostado do primeiro post do Blog! Na semana que vem estou de volta.

 

Um forte abraço,

Gabriel Bassanesi

Importante: As opiniões contidas neste texto são do autor do blog e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney.

Deixe seu comentário

Perfil do autor

O mercado financeiro está cheio de oportunidades. E sem dúvida uma das profissões do futuro é o de Agente Autônomo de Investimentos. Agora, para fomentar o assunto e trocar experiências, Gabriel Bassanesi criou o blog Empreenda no Mercado Financeiro. Um espaço que tem como objetivo discutir as melhores formas de aproveitarmos os movimentos e novos cenários da nossa economia. Gabriel Bassanesi faz parte do time de novos negócios da XP Investimentos.
gabriel.bassanesi@xpi.com.br