Em bancointer

Banco Inter ultrapassa 2 milhões de correntistas e divulga prévia do trimestre

Volume transacionado nos cartões do banco atingiu R$ 1,3 bilhão  

BANCO INTER
(Divulgação)

SÃO PAULO -  O Banco Inter (BIDI4) divulgou nesta quinta-feira (11) uma prévia dos resultados relativos ao primeiro trimestre de 2019. Na mesma data, informou que atingiu a marca de 2 milhões de correntistas (foram 1,9 milhão no fechamento do trimestre).

Entre os dados operacionais, o banco digital destacou um recorde em abertura de contas por dia útil, para 8,5 mil em março e 489 mil no total em todo o período. Para Thiago Salomão, analista da Rico, esse número é animador se comparado ao ritmo de aberturas do ano passado. "O banco terminou o ano abrindo 6,7 mil contas por dia útil: esse ritmo reforça a imagem de que ainda há muito espaço para crescer", opina. 

O volume transacionado nos cartões chegou a R$ 1,3 bilhão, 3,9 vezes acima do primeiro trimestre do ano passado.

Uma das apostas da fintech para geração de receita, a originação de crédito cresceu 46% ante 2017, somando R$ 761 milhões. O crédito imobiliário cresceu 48,1%, atingindo R$ 247 milhões; o consignado registrou aumento de 48%, para R$ 152 milhões e o crédito empresarial aumentou 43,6%, para R$ 361 milhões.

Indicador importante para empresas de público jovem, o NPS (net promoter score, que mede satisfação dos clientes) chegou a 71 – ainda abaixo da concorrente Nubank, que sustenta 85 pontos no mesmo indicador com seu atendimento diferenciado.

BIDI4 na Bolsa

Depois de um ‘susto’ com resultados abaixo do esperado para o último trimestre de 2018, aparentemente investidores voltaram a confiar na primeira fintech listada na Bolsa brasileira. As ações acumulam alta de 46,22% em 2019 até agora; considerando apenas março, a disparada foi de 50%.

Nesta manhã, o papel tem queda de 2,49% às 10h50, movimento que pode ser considerado uma correção depois da alta significativa de março, de acordo com Salomão. 

"A queda de hoje pode ser relacionada à máxima do 'sobe no boato, cai no fato'", diz Salomão, que no dia 7 de março iniciou a cobertura das ações do Banco Inter através do relatório "$mall Cap$", lançado junto à InfoMoney. Da abertura da recomendação pra cá, a ação já subiu 36%. 

"A ação subiu muito diante da expectativa de um resultado operacional forte, agora começa a corrigir", pondera. Ele segue com recomendação de compra para o ativo.

Invista em ações com corretagem ZERO. Clique aqui e abra sua conta. 

 

Contato