Em bancodobrasil

Ações do Banco do Brasil, destaque de queda entre os bancos, serão negociadas "ex" no próximo pregão

Confira as alterações previstas para a próxima terça-feira

SÃO PAULO - As ações do Banco do Brasil (BBAS3serão negociadas "ex-juros" no próximo pregão, segundo comunicado enviado pela B3 nesta segunda-feira (11). Levando em conta o último fechamento dos papéis, o yield (provento pago por ação dividido pela cotação do papel) chega em 0,28%.

As ações da estatal apresentam o pior desempenho mensal entre os principais bancos negociados na Bolsa brasileira. Enquanto os papéis do Itaú (ITUB4) e Bradesco (BBDC4) acumulam, respectivamente, queda de 6% e 8% neste começo de mês, as ações do Banco do Brasil recuam 14%.

Confira a tabela dos proventos das ações:

Ação Tipo de provento Valor bruto do provento por ação (R$) Yield (%)*
BBAS3 JCP 0,077203 0,28

*Fechamento de 8/6

O termo "data ex" refere-se ao dia em que ocorrerão os ajustes nas ações na bolsa e a primeira sessão em que elas não garantirão mais ao investidor a remuneração pelo provento anunciado. Quem terminar o pregão anterior ("data com") com os papéis em carteira terá direito ao provento, normalmente pago alguns dias ou meses após o ajuste.

Quer aproveitar os dividendos e ainda pagar a menor corretagem do Brasil? Clique aqui e abra sua conta na Clear

Sempre que um dividendo ou juro sobre capital próprio é pago, a ação sofre um "ajuste" para baixo na data ex, que corresponde a essa "transferência de capital", que passa do patrimônio da empresa para o bolso do acionista. Por isso, o ajuste de proventos não significa que o investidor "ganhou" ou "perdeu" dinheiro com a ação, apenas que esse capital passou de um lado para o outro.

Confira a íntegra do comunicado da B3 sobre as alterações previstas para a próxima sessão:

Alteracoes previstas para o pregao de 12/06/2018:
 
AIG GROUP (AIGB)
BEST BUY (BBYY)
BDRs nao patrocinados do Nivel 1 ex-dividendo.
 
BR BROKERS (BBRK-NM)
Direitos ultimo dia.
 
BRASIL (BBAS-NM)
Acoes ex-juros.

 

Contato