Em ambevsa

Regiões Norte e Nordeste representam forte potencial de expansão, diz AmBev

Investimentos devem manter mesmo patamar de 2011, quando houve avanço de 10% da capacidade produtiva

SÃO PAULO – A AmBev (AMBV4) acredita que as regiões Norte e Nordeste do Brasil representam o maior potencial de crescimento no país, segundo avaliação da própria empresa durante teleconferência realizada com jornalistas nesta quinta-feira (8).

“Já há alguns anos, vemos que são as regiões do país com maior taxa de crescimento e isso deve continuar assim, já que a relação consumo/per capita é a menor que a média brasileira, com potencial de aumento muito grande, principalmente com o avanço da classe C e o maior poder de consumo da população”, constata o vice-presidente Financeiro e de Relações com Investidores da empresa, Nelson Jamel.

A participação de mercado da companhia nas regiões em questão está abaixo da média nacional de seu market share (participação de mercado), que é de 69%, segundo a própria empresa. Para explorar esse pontencial, a AmBev destaca alguns pontos de atuação para aumentar sua presença, como investimentos em capacidade, lançamentos e marketing, com este último ficando mais evidente com o fato da Brahma ter sido patrocinadora oficial do carnaval no Nordeste.

Mesmo patamar de investimentos para 2012
Em 2011, a AmBev destinou cerca de R$ 2,6 bilhões para investimentos no Brasil. Já para este ano, a companhia espera manter os mesmos patamares, caso não haja aumento da carga tributária, com foco em aumento da capacidade produtiva, distribuição, vendas e logísitica, segundo Jamel.

Apenas as regiões Norte e Nordeste receberam um total de investimentos no montante de R$ 800 milhões no ano passado. Entretanto, a companhia reforça suas iniciativas em investir em todas as regiões de atuação no Brasil. “Também tivemos outros importantes investimentos como no Sudeste, com a ampliação da fábrica de Sete Lagoas, em Minas Gerais, além de outras regiões como Centro-Oeste e Sul”. Desta forma, a Ambev alcançou o objetivo de aumentar em 10% sua capacidade de produção em 2011.

 

Contato