Em vale

Lucro da Vale deve quadruplicar no terceiro tri e chegar a R$ 7,4 bilhões, estimam analistas

O resultado deve ser positivo em meio aos maiores volumes de venda e preços mais altos de minério de ferro, além de queda dos custos e melhora em segmentos como níquel e cobre

Vale
(Bloomberg)

SÃO PAULO -  A Vale (VALE3;VALE5) divulgará o seu resultado do terceiro trimestre de 2017 na manhã da próxima quinta-feira (26), com perspectivas de que registrará bons números no período. O resultado deve ser positivo em meio aos maiores volumes de venda e preços mais altos de minério de ferro, o principal produto da companhia, além de queda dos custos e melhora em segmentos como níquel e cobre. 

De acordo com estimativas de analistas consultados pela Bloomberg, a Vale deve registrar um lucro líquido ajustado de R$ 7,37 bilhões no terceiro trimestre, um expressivo crescimento de 309% na comparação com o lucro de R$ 1,8 bilhão registrado no mesmo período do ano anterior (ou mais que quadruplicando). A receita também deve registrar crescimento, de 20%, para R$ 28,71 bilhões. 

A expectativa para o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) é de uma alta de 35%, para R$ 13,27 bilhões. Já os analistas do Bradesco BBI projetam alta ainda maior para o Ebitda: de acordo com os analistas do banco, essa linha do resultado deve ter uma alta de 44%. Eles esperam que as remessas de minério de ferro cresçam 7% ao ano, devido à construção do projeto S11-D. Isso, juntamente com a queda nos custos gerais e maiores preços - ambos ocasionados pelos aumentos de prêmios e aumento do preço do aço 62% - deve resultar em um significativo aumento do Ebitda. 

Confira abaixo as estimativas (compiladas pela Bloomberg) para o resultado da Vale: 

em R$ milhões 3T17E 3T16 3T17E/3T16
Receita líquida 28.714 23.772 +20,79%
Ebitda 13.270 9.830 +35%
Margem Ebitda 46,2% 41,35% +4,85 p.p.
Lucro líquido 7.371 1.800 +309,50%

Contato