Em onde-investir / renda-fixa

Tesouro Direto bate recordes em dezembro; veja números

O Programa teve o maior número de operações de vendas de títulos em um mês, com 136.631 transações, um aumento de 221% em relação a dezembro de 2014

SÃO PAULO - O Tesouro Direto bateu alguns recordes em dezembro de 2015. De acordo com dados do Tesouro Nacional, o programa de compra e vende de títulos públicos pela internet alcançou R$ 1,2 bilhão em vendas líquidas, o valor mais alto desde o início do programa, o que indica um aumento de 277% em relação ao mesmo período do ano passado. Esse valor é o resultado da diferença entre as vendas brutas (R$1,6 bilhão) e os vencimentos e resgates antecipados (R$ 318,4 milhões).

O Programa também teve o maior número de operações de vendas de títulos em um mês, com 136.631 transações, um aumento de 221% em relação a dezembro de 2014.

Outro recorde atingido no último mês do ano foi o número de investidores cadastrados em um único mês. Foram 20.056 novos cadastros, o maior desde o início da série histórica (aumento de 190% ante dezembro de 2014). Ao todo, o Tesouro Direto conta com 624.358 investidores cadastrados.

Para o assessor de investimentos Renato Couto Ojima, da Império Investimentos, os principais fatores que explicam os recordes do Tesouro Direto são a conscientização de pequenos investidores que existem aplicações acessíveis com retorno superior a poupança e a possibilidade de aportes pequenos, a partir de R$ 30,00.

Títulos mais demandados
As vendas do Tesouro Direto atingiram R$ 1.564,8 milhões no mês passado. Os resgates totalizaram R$ 318,4 milhões. Os títulos mais demandados pelos investidores foram os indexados ao IPCA (Tesouro IPCA + e Tesouro IPCA + com Juros Semestrais), cuja participação nas vendas atingiu 51,3%. Os títulos prefixados (Tesouro Prefixado e Tesouro Prefixado com Juros Semestrais) corresponderam a 21,7% do total e os indexados à taxa Selic (Tesouro Selic), 26,9%. 

Bandeira do Brasil - Bloomberg
(Bloomberg)

Contato