Economista dinamarquês 'detona' o Brasil e indica melhor investimento para fugir do caos

O economista-chefe e CIO do Saxo Bank na Dinamarca, Steen Jakobsen, participou do evento 'Criando Sucesso Operando em Mercados Globais', na terça-feira (06), em São Paulo

 07 mai, 2014 09h55
Arthur Ordones
Steen Jakobsen, Saxo Bank
(Divulgação/PRNewswire)

SÃO PAULO – O economista-chefe e CIO (Chief Investment Officer) do Saxo Bank na Dinamarca, Steen Jakobsen, afirmou que o Brasil vive uma das piores situações políticas possíveis e que o cenário macroeconômico do país está preocupante. “A situação macro do Brasil é a pior dos países que eu já visitei. E eu visito 35 países por ano”, disse durante o evento ‘Criando Sucesso Operando em Mercados Globais’, na última terça-feira (06).

Segundo ele, essa atual situação é culpa do governo Dilma, que resolveu adotar um modelo experimental que “é uma verdadeira festa” e, desde o começo, estava fadado ao fracasso. “O Brasil tem os políticos que merece, porque são vocês, brasileiros, que votam errado e colocam eles lá. A atual presidente, por exemplo, não sabe o que quer e está completamente perdida”, disse Jakobsen. “Além disso, o Banco Central também está perdido e os conflitos aumentam a cada dia. A falta de reformas e as decisões políticas fora do tom deixaram a situação insustentável”, completou.

Para o especialista, se as pessoas votarem certo, as coisas irão melhorar em 2015, mas 2014 será mais um ano difícil, afinal, o governo não irá conseguir segurar a inflação, que irá ultrapassar o teto da meta, e nem fazer o país crescer. “O PIB brasileiro crescerá menos que 1% em 2014”, afirmou. 

Só uma crise de verdade pode nos salvar
Se a atual presidente não for reeleita, vai ser bom para a economia, mas, de acordo com Jakobsen, talvez uma vitória da Dilma seja até positivo, pois “o Brasil precisa de uma crise de verdade, com uma magnitude enorme, para ver se toma jeito. E com ela isso irá ocorrer”. “A ruptura irá ocorrer nas eleições e essa será a oportunidade de o país mudar”, disse.

No entanto, o especialista ainda ponderou que talvez nem essa seja a solução, afinal, segundo ele, apesar de a única forma de conseguir mudanças seja por meio do fracasso, “o Brasil é o campeão mundial em fracassos e ainda não mudou”.

Onde investir em meio ao caos?
Assim, em meio a todo o caos que o Brasil está vivendo, com intensa volatilidade, crescimento baixo, inflação nas alturas e uma das maiores taxas de juros do mundo, é importante saber onde investir seu dinheiro, afinal, a aversão a risco tomou conta dos mercados brasileiros há muito tempo, visto que a bolsa de valores só anda de lado.

O economista-chefe indicou aos brasileiros, como melhor opção de investimento no momento, a renda fixa, em especial, os títulos públicos do Tesouro Direto. “O brasileiro precisa aproveitar essa taxa de juros altíssima, afinal, pelo menos para alguma coisa ela tem que servir. Por isso, os investidores devem entrar forte em renda fixa e, ao mesmo tempo, ficar bem longe do mercado de equities, afinal, na atual conjuntura ele está muito perigoso”, alertou. “Depois das eleições, se tudo der certo, os brasileiros podem voltar a pensar em bolsa de valores”, completou.

Copa do Mundo
Por fim, Jakobsen afirmou que sediar a Copa do Mundo 2014 e as Olimpíadas 2016 foi a pior coisa que o Brasil poderia ter decidido (ou se proposto a) fazer. “O dinheiro que deveria estar indo para lugares extremamente carentes, está indo para coisas inúteis. O Brasil só estará pronto para receber uma Copa do Mundo em 20 ou 30 anos”, finalizou o dinamarquês.

COMENTÁRIOS

Comparador de Renda Fixa

Tipo Emissor Rentabilidade Rende mais
que a poupança?
CDB Pine 118 % do CDI 39 % mais
CDB Fibra 116 % do CDI 37 % mais
CDB Original 116 % do CDI 37 % mais
CDB Pine 115 % do CDI 36 % mais

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Contato