Mais da metade dos brasileiros não sabem que regras da poupança mudaram

Desde o dia 4 de maio, toda vez que a Selic estiver em 8,5% ao ano ou menos, a poupança passa a remunerar seus aplicadores com 70% da Selic mais TR
Por Diego Lazzaris Borges  
a a a

SÃO PAULO – A maior parte dos brasileiros não tomou conhecimento sobre as alterações na remuneração da caderneta de poupança. A constatação é da Pesquisa Pulso Brasil da FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo).

De acordo com o levantamento, 53% não sabem que remuneração da caderneta de poupança foi alterada, enquanto 47% ficaram sabendo das mudanças.

Segundo a Fiesp, os entrevistados que mais afirmaram ter conhecimento da alteração foram os da classe AB (68%) e aqueles com superior completo/incompleto (64%).

Na direção oposta, os grupos de entrevistados com menos conhecimento são os da classe DE (72%) e os habitantes da região nordeste e norte/centro oeste, ambos os grupos com 68%.

Mudança nas regras
Desde o dia 4 de maio passaram a valer as novas regras de rentabilidade da aplicação: toda vez que a Selic (taxa básica de juro) estiver em 8,5% ao ano ou menos, a poupança passa a remunerar seus aplicadores com 70% da Selic mais TR (Taxa Referencial). Se a Selic estiver em mais de 8,5% ao ano, permanece a regra anterior: TR mais 0,5% ao mês.

Na última reunião do Copom (Comitê de Política Monetária), encerrada no dia 11 de julho, a taxa foi para 8% a.a. De acordo com o Ministério da Fazenda, com a Selic neste patamar, o rendimento mensal da poupança fica em 0,46% mais TR.

Pesquisa
A Pesquisa Pulso Brasil realizada pela FIESP, foi feita em território nacional entre os dias 19 e 31 de maio e contou com 1000 entrevistados.

 

Assuntos relacionados: Fiesp Investimentos Poupança

Deixe seu comentário