Em onde-investir / acoes

Perdeu dinheiro na Bolsa? Descubra por que você não deve desistir do mercado de ações

Thiago Salomão, analista da Carteira Recomendada InfoMoney, conta as razões para não desistir do mercado acionário - mesmo depois de ter tomado prejuízo

SÃO PAULO - O mercado acionário é extremamente sensível a eventos inesperados e a greve dos caminhoneiros veio adicionar ainda mais volatilidade ao Ibovespa. No pregão de segunda-feira (28) o mergulho foi de 4,5% e, apesar da recuperação na terça-feira (29), acumula perdas de mais de 11% no mês de maio.  

Com o resultado, o Ibovespa caminha para fechar em seu pior mês desde outubro de 2008, quando houve a crise do subprime nos Estados Unidos resultando em diversos circuit breaks por aqui e índice em 29 mil pontos. "Era quase o fim do mundo do mercado financeiro", relembra Thiago Salomão, analista da Carteira Recomendada InfoMoney, no programa Bê-a-Bá da Bolsa desta quarta-feira (30).

O resultado de maio de 2018 não reflete um cenário tão terrível quanto em 2008, mas muitos acionistas perderam dinheiro. Se você foi um dos investidores que está com a carteira no negativo neste mês, não precisa sair vendendo tudo no desespero sem nunca mais olhar para a Bolsa. Thiago Salomão conta (no player acima) as razões para não desistir do mercado acionário - mesmo depois de ter tomado prejuízo.

Salomão destaca que o cenário para a Bolsa brasileiro ficou um pouco mais dramático depois da greve dos caminhoneiros, que expôs uma perda de força ainda maior de um governo, liderado por Michel Temer, já enfraquecido diante da sociedade e de seus pares políticos. 

"O cenário para 2019, que já era nebuloso, ficou ainda mais nebuloso e as eleições de 2018 que já eram importantes ficaram ainda mais", conta Salomão. Apesar da alta volatilidade esperada, o analista acredita que o risco retorno pode ser interessante. No entanto, ele pondera que está em busca de empresas de qualidade cujas ações estão caindo, mas podem se tornar uma boa pedida no longo prazo. As empresas que compõem o chamado "kit Brasil", que tendem a se valorizar com a recuperação econômica, foram deixadas de lado, neste momento.

Quer investir pagando apenas R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear.

Contato