Em onde-investir / acoes

Ação que acumula alta de 521% em 3 anos ainda tem espaço para valorização

Em sete pregões de 2018, o papel já tem ganhos de 11% 

investimento gráfico negócios
(Shutterstock)

SÃO PAULO - As ações da Vulcabras-Azaleia (VULC3) acumulam valorização de 521,4% nos últimos três anos (descontada a inflação), até 2017, já têm ganhos de 11% em apenas sete pregões de 2018 e ainda apresentam espaço para mais altas. 

No dia 3 de janeiro, o Credit Suisse anunciou o início da cobertura para as ações da Vulcabras-Azaleia com recomendação outperform (o equivalente a compra) e preço-alvo de R$ 13 por ação, valor 28% acima do fechamento de quarta-feira (8).

"Entre as grandes vantagens da empresa, os analistas destacam a integração vertical que permite a empresa ser mais flexível, reduzindo o tempo de produção de novos produtos (45 dias versus 6 a 12 meses dos competidores internacionais) e se adaptar a mudanças de consumo mais rapidamente", afirmam os analistas do banco.

Alem disso, o Credit Suisse destaca o forte crescimento de lucros, com expectativa de resultado em 2017 4 vezes maior que no ano anterior, e com CAGR ( taxa de crescimento composta anual) de 23% entre 2017 e 2019.

"Esperamos também que o ROIC (rentabilidade sobre capital investido) continue expandindo e possa chegar a 29% em 2019, com aumento de margem e melhora de capital de giro", afirmam os analistas. 

 Quer investir em ações? Clique aqui e abra sua conta na XP

Contato