Em onde-investir / acoes

2 ações que pagam dividendos atrativos em um segmento novo, segundo a Suno Research

Setor vem crescendo de forma expressiva nos últimos anos, e em 2016 avançou 15%, ignorando totalmente a crise econômica

SÃO PAULO – As empresas do setor elétrico e bancário historicamente pagam bons dividendos e são as primeiras a serem lembradas pelo investidor interessado nesses ganhos. Tiago Reis, fundador da Suno Research, afirma que há boas oportunidades para o investidor que busca dividendos, crescimento e valorização patrimonial em um “segmento inovador”, o de programas de fidelidade. 

“O setor de programas de fidelidade já é bastante consolidado em outros países, mas ainda é algo novo no Brasil, e isso pode ser observado pela subpenetração do mercado de fidelização brasileiro em relação a outros países ao redor do planeta”, afirma Reis em artigo.

Confira o mercado de programas de fidelidade pelo mundo:

  

Devido a baixa adesão da população a esses programas, o segmento vem crescendo de forma expressiva nos últimos anos, e em 2016 avançou 15%, ignorando totalmente a grave crise pela qual o país passou, destaca Reis.

Os programas de fidelização estão associados, em sua maioria, às companhias aéreas e ao setor financeiro, principalmente o segmento de cartões de crédito. “É interessante notar que estes programas estão se diversificando nos últimos anos e expandindo a atuação para outros segmentos, como varejo, telecomunicação, turismo, etc, dando maiores opções e gerando mais atratividade nos programas”, observa Reis.

Além disso, o fato de muitas pessoas ainda não serem associadas a nenhum programa de fidelidade, é um fator que deverá continuar sendo um propulsor de crescimento deste segmento, alerta Reis.

Vejas as duas ações recomendadas pelo fundador da Suno Research para obter ganhos com dividendos:

 Smiles (SMLE3)
A Smiles é uma empresa controlada pela Gol Linhas Aéreas, que foi constituída em julho de 2012 para operar e administrar com exclusividade o Programa Smiles, que tem mais de 10 milhões de participantes, e inúmeros parceiros, como a Gol (sua controladora) e outras companhias aéreas internacionais, além de empresas de varejo e outros segmentos, como Polishop, Viavarejo, Fastshop, Localiza, etc.

 “A Smiles vem mostrando ótimos resultados nos últimos anos e crescendo de maneira acelerada, que a permitiu elevar seu lucro numa média de aproximadamente 50% ao ano nos últimos, o que garantiu aos investidores um retorno expressivo, tanto em termos de valorização das ações, quanto em dividendos”, avalia Reis.

 Multiplus (MPLU3)
A Multiplus, controlada pela Tam, é uma rede de fidelidade composta por inúmeras empresas e programas. A empresa foi criada em junho de 2009 como uma unidade de negócios do Grupo Latam, mas ainda naquele ano se tornou uma operação independente, tendo seu capital aberto na bolsa de valores em fevereiro de 2010.

A empresa hoje possui mais de 360 parceiros, em 13 mil estabelecimentos comerciais e cerca de 18 milhões de participantes. A principal parceira da Multiplus é a Latam, mas a empresa também possui parcerias estratégicas com grandes empresas como Pontofrio.com, Ipiranga, Netshoes, Easy, Editora Abril, dentre outros.

Segundo Reis, essa rede de parceiros garante uma grande competitividade à Multiplus em seu segmento e elevada adesão ao seu programa de fidelidade, que vem crescendo mês a mês.

“A Multiplus é outro exemplo de empresa que vem crescendo de forma expressiva nos últimos anos, se aproveitando do mercado subpenetrado e expansão desse segmento, e viu seus lucros saltarem de R$ 118 milhões em 2010 para mais de R$ 500 milhões em 2016, uma média de crescimento de quase 30% ao ano”, destaca Reis.

O fundador da Suno Research estima que a empresa entregue dividendos acima de 8% nos próximos 12 meses.

investimento gráfico
(Shutterstock)

Contato