Em onde-investir / acoes

Ação da Vale tem seu preço-alvo cortado pelo Bradesco; entenda

 Apesar da visão otimista no momento atual para o papel, a recomendação do Bradesco BBI segue em neutra

 SÃO PAULO – A equipe de análise do Bradesco BBI cortou o preço-alvo das ações da Vale (VALE5) mesmo diante do momento positivo para o ativo. O valor para 12 meses caiu de R$ 33 para R$ 31, patamar apenas 4% acima do fechamento de terça-feira (8).

 A expectativa para o preço do minério de ferro no segundo semestre foi elevada de US$ 55 para US$ 70. “Acreditamos que o ciclo de reabastecimento de aço na China pode durar mais 3 a 4 meses, enquanto a demanda chinesa e global de aço continua mostrando bom desempenho. Isso se traduz em margens de aço mais amplas, o que implica um forte suporte aos preços do minério de ferro”, explica Thiago Lofiego, analista do Bradesco BBI.

 Além disso, o fornecimento das principais empresas tem ficado abaixo das expectativas, tornando a equação oferta-demanda ainda mais apertada, por enquanto.

 Apesar da visão otimista no momento atual para o papel, a recomendação do Bradesco BBI segue em neutra devido à perspectiva de que, no médio prazo, o minério de ferro retorne à sua faixa de equilíbrio de US$ 55 a US$ 60.

Vale
(Bloomberg)

Contato