Em onde-investir / acoes

Confira 5 pechinchas da bolsa para cair fora e uma para comprar agora

Não é, necessariamente, por estar com um múltiplo barato que uma ação será um bom investimento

desconto - liquidação - saldão
(Thinkstock)

SÃO PAULO – Uma das melhores maneiras de se investir em ações é procurando papéis que estejam com múltiplos baratos. Essa é uma das formas mais interessantes para entender se o papel é uma pechincha ou não. E, nesse universo, um dos múltiplos mais interessantes é o EV/EBITDA (Valor da Empresa sobre Lucro antes de Juros, Impostos, Depreciações e Amortizações, na sigla em inglês).

Você investe bem seu dinheiro? Faça o teste agora

Assim, o InfoMoney conversou com o analista Flávio Conde, da consultoria de investimentos WhatsCall, para analisar pechinchas na bolsa e saber quais dela vale a pena e quais não vale. Todos os papéis listados a seguir contam com um EV/EBITDA abaixo de seis vezes, no entanto, o analista pede cuidado com os dados, pois é necessário ver também qual a projeção de números das companhias para 2016 e os anos seguintes para uma análise mais completa.

Duas ações do setor de varejo se destacam entre as “pechinchas” da bolsa: Via Varejo (VVAR11) e Magazine Luiza (MGLU3). Sobre a primeira, o analista comenta que, apesar do múltiplo barato, a empresa conta com uma margem de lucro muito baixo e custo variável e fixo altos. Já sobre a segunda, Conde comenta que a empresa nem se encontra tão barata assim e que, como a Via Varejo, ela também sofre no momento atual com o cenário macroeconômico ruim no país.

Outros dois papéis também se encontram com múltiplos mais baixos: CESP (CESP6) e Cemig (CMIG4). O analista explica que ambas as empresas contam com imbróglios na justiça em relação a concessões que deveriam ter sido entregues ao governo e que agora podem ser entregues, o que pode prejudicar o resultado delas. Além disso, a Cemig ainda conta com um risco político embutido no momento atual. Assim, a recomendação também é ficar de fora dessas pechinchas.

Mais uma empresa com múltiplo muito barato cuja recomendação de Flávio Conde não é de compra é a Eztec (ETZC3). No entanto, a empresa é muito elogiada pelo analista, por sua execução e é vista como uma das melhores do setor de construção pelo analista. Mesmo assim, apesar de estar barata, para Conde, ainda falta um gatilho para elevar os papéis da empresa.

A verdadeira pechincha na bolsa cuja recomendação do analista é de compra é o Pão de Açúcar (PCAR4). O analista explica que as ações já caíram excessivamente frente aos problemas que a empresa enfrenta. O analista destaca um eventual interesse da JBS em comprar participação na companhia. “O mercado não está querendo comprar, mas tem gente grande querendo ser sócia. Será que tem alguma coisa errada?”, questiona.

 

Leia também:

Baixe um pacote de planilhas financeiras gratuitas

Quer saber se você está investindo bem? Faça uma simulação

Descubra qual é a aplicação financeira de risco baixo mais rentável

Milhões de brasileiros investem errado em previdência; é o seu caso?

Imóvel é sempre bom negócio? Teste mostra que alugar é melhor

Seu carro facilmente lhe custa R$ 2.500 por mês. Duvida?

Qual é o melhor CDB: pré, pós ou indexado à inflação? Planilha mostra

Planeja investir no Tesouro Direto? Ebook gratuito mostra o caminho

Quanto custa realizar cada um de seus sonhos? Descubra

Contato