Em onde-investir / acoes

Analistas indicam empresa que cresce dois dígitos por ano e veem alta de 30%

Consultoria de investimentos destaca que papel deve se dar bem mesmo em cenário de crise

SÃO PAULO – A consultoria de investimentos Lopes Filho iniciou sua cobertura para os papéis da CVC (CVCB3). Os analistas divulgaram relatório em que recomendam compra para a ação e estimam um preço-alvo de R$ 23,00 – o que totaliza um potencial de valorização de 29,94% em relação ao fechamento do dia 11 de agosto de 2015.

Você tem dúvidas sobre como organizar suas finanças? Quer investir melhor? Cadastre-se gratuitamente no Ganhe Mais e tenha acesso a uma rede de centenas de planejadores financeiros certificados e capacitados 

Os analistas destacam que o histórico recente da companhia é de forte crescimento das reservas confirmadas e embarcadas, que, desde 2011, crescem na casa de dois dígitos. “Mesmo em 2014, com a Copa do Mundo, o embate político e a já iniciada desaceleração da economia brasileira, a CVC conseguiu um crescimento de 14,2% nas reservas embarcadas. Na primeira metade de 2015, a companhia repetiu a performance de 2014 ao crescer outros 14,3%”, relata a Lopes Filho.

Os analistas ainda relatam que a CVC fez, recentemente, duas aquisições de empresas que podem contribuir para a expansão de sua oferta de produtos, especialmente no segmento de viagens de negócios. A empresa ainda planeja a abertura de 100 novas lojas em 2015 em todo o Brasil.

Os analistas ainda relatam que, com o real mais desvalorizado em relação ao dólar, o foco maior agora tem sido nos pacotes turísticos com destinos para o Brasil. Isso deve a uma tendência atual dos brasileiros que, por conta do câmbio, estão trocando destinos internacionais por outras opções domésticas.

“A ressalva deve ser feita para o caso da crise brasileira se acentuar e superar a queda da atividade econômica estimada pela Consultoria”, pondera a Lopes Filho. No entanto, mesmo nesse caso, os analistas ainda consideram atrativo o investimento em ações da CVC.

Você está investindo bem seu dinheiro? Faça o teste aqui

Ações em alta
(ShutterStock)

Contato