BB ganha mais destaque na carteira da Geração Futuro para agosto

Corretora reduz peso da Vale em portfólio; em julho, carteira avançou 4,51% - segunda melhor posição no ranking do InfoMoney
Por Paula Barra  
a a a

SÃO PAULO - A Geração Futuro divulgou sua carteira recomendada para o mês de agosto, não realizando modificações na composição dos ativos, mas escolhou aumentar a participação dos papéis do Banco do Brasil (BBAS3), de 7,5% para 10%, enquanto reduziu o peso da Vale (VALE5), de 12,5% para 10%.

Segundo o sócio-diretor da Geração Futuro, Wagner Salavery, a opção de aumentar participação no setor financeiro pode ser explicada pelos bancos já estarem bastante depreciados, e considerando que seus resultados não serão tão fortemente afetados por redução de juros e spread, há um bom espaço para continuar expansão de crédito num ritmo moderado, com redução das perdas.

Entre as mineradoras, a Geração Futuro acredita no potencial de crescimento da Vale, apesar do preço do minério ter caído nas últimas semanas. Para Salavery, ainda há boa possibilidade de recuperação ou ao menos estabilidade, por conta dos custos de produção das mineradoras chinesas serem altos. 

Desempenho
O portfólio da corretora registrou no mês passado valorização de 4,51%, enquanto o Ibovespa avançou 3,21% no mesmo período. Com esse desempenho, a Geração Futuro conquistou em julho a segunda melhor posição no ranking das carteiras recomendadas compiladas pelo portal InfoMoney. 

Confira a carteira da Geração Futuro para o mês de agosto:

Empresa Ação Peso
Vale VALE5 10%
Itaú Unibanco ITUB4 10%
Banco do Brasil BBAS3 10%
Cemig CMIG4 7,5%
Copel CPLE6 7,5%
Met. Gerdau GOAU4 7,5%
Guararapes GUAR3 7,5%
Marcopolo POMO4 7,5%
Valid VLID3 7,5%
Energias Brasil ENBR3 5%
Lojas Renner LREN3 5%
 OGX OGXP3 5%
Petrobras PETR4 5%
Ultrapar UGPA3 5%
Assuntos relacionados: Carteira Recomendada

Deixe seu comentário