Em oi

Presidente da Oi renuncia ao cargo após desavença com Conselho

A informação ainda não é oficial, mas diversos veículos de imprensa dizem ter confirmado a informação com fontes

Oi - Bloomberg
(Bloomberg)

SÃO PAULO - O presidente da Oi (OIBR4), Marco Schroeder, renunciou ao cargo na tarde desta sexta-feira (24). A informação ainda não é oficial, mas diversos veículos de imprensa dizem ter confirmado a informação com fontes.

Em sua carta de demissão Schroeder cita a falta de consenso e mudanças recentes no conselho de administrativo da companhia. "As últimas reuniões do conselho deixaram clara a necessidade de minha saída", diz o documento entregue ao presidente do conselho da empresa.

"Tenho certeza de que existe um caminho através da recuperação judicial que irá permitir a continuidade da Oi como uma importante empresa do setor de telecomunicações no mercado brasileiro", disse ainda o executivo.

De acordo com diversos jornais, Schroeder reclamou ainda do atraso no pagamento de um bônus, que segundo a revista Veja seria de R$ 30 milhões. O executivo era opositor às propostas de reestruturação feitas pelos acionistas Pharol e Societé Mondiale e não assinou o plano de reestruturação com credores.

Contato