Em negocios / noticias-corporativas

Compositor Arnaldo Costa lança primeiro cd com show em Brasília

Apresentação do EP Times is short será no dia 14 de março, às 20h, na Casa Thomas Jefferson, com show que mistura produção autoral com interpretações de hits do pop internacional. A entrada é gratuita.

No próximo dia 14 de março (quarta-feira), o músico Arnaldo Costa sobe ao palco da Casa Thomas Jefferson, em Brasília (DF), a partir das 20h. O Special Show marca o lançamento do EP Times is short - primeiro cd autoral do violonista, intérprete e compositor brasiliense, que possui carreira solo com apresentações no Brasil e no exterior - principalmente na Austrália - país onde já viveu.

O cd, que foi produzido por Gui Siqueira e Mariano Jr, reúne quatro faixas inéditas. O inglês é o idioma que marca as produções autorais de Arnaldo Costa e suas interpretações mais relevantes. "A escolha pela língua para compor minhas canções e para a expressão musical está ligada às minhas principais influências como John Mayer e Dave Matthews Band", revela Arnaldo. A veia artística do músico é impulsionada pelo pop internacional que também vem de ícones como Coldplay, Beatles e referências brasileiras como Paralamas do Sucesso, Lulu Santos, Skank e Tiago Iorc.

Além das produções autorais presentes no cd, o show traz uma roupagem própria para interpretações refinadas de hits do pop e algumas canções com pegada country - estilo que ganha eco em sua gaita - instrumento que vem conquistando Arnaldo e transfigurando a cena nos seus shows.

Artista versátil e criativo, com expressão na cena de Brasília, o músico tem uma intensa agenda de trabalho e se apresenta em teatros, rádios, com diversos formatos em espaços culturais e casas noturnas sempre com sucesso de público e crítica. Costa apresenta também show acústico de violão, voz e gaita. O artista dedica-se há muitos anos aos estudos musicais com grandes mestres. Participou de workshops, congressos e seminários, nacionais e internacionais nas áreas de composição e canto.

Para ele, o grande desafio deste momento de sua carreira é criar um elo de receptividade com seu público e conquistar seus fãs. Os planos para a carreira são muitos, como tocar em outras cidades e até outros países, levar sua música ao público e participar de festivais espalhados pelo país. "Acredito que esse é um excelente caminho para os músicos autorais expressarem seu lado compositor".

Perfil do artista

O primeiro contato de Arnaldo Costa com a música aconteceu quando era bem pequeno. "Lembro-me de estar sentado com a minha mãe e irmã cantando Entre tapas e beijos da dupla Leandro e Leonardo. E também de ser apresentado aos "The Beatles" pelo meu pai. Não sei ao certo se por influência do meu pai ou para que ele se orgulhasse de mim comecei a gostar daquela banda, mesmo sendo muito novo", conta o artista.

O sonho que se delineava no imaginário do menino foi tomando forma gradativamente. O grande gatilho para tornar-se um músico foi por volta dos 12 anos, quando ele assistiu a uma apresentação musical na escola. "Era um menino e o seu violão. Na minha recordação essa imagem foi congelada da seguinte maneira: estava eu sozinho olhando para o menino a tocar o seu violão e fiquei hipnotizado".

Aquela cena mudou a vida de Arnaldo Costa, que descobriu sua conexão com o violão, logo depois com a guitarra e pôr fim a gaita. "Tocar um instrumento é uma sensação mágica que até hoje corre nas minhas veias". Arnaldo Costa compara o ato de tocar com a materialização de executar os mesmos acordes de um artista que toca nas rádios. "Sinto uma proximidade e um senso de poder realizar as mesmas conquistas de um músico famoso".

O desejo de tocar com outros músicos foi crescendo e abrindo oportunidades em outras bandas. A primeira delas nasceu durante os recreios do Colégio Sigma. Naquela época, ele se arriscava a cantar - performace que foi adquirindo experiência e ganhando espaço nos palcos.

Depois veio a formação da banda "No Reason" que mudaria o nome na sequência para D'lorean. Aos poucos ele começou a fazer alguns backing vocals nos shows. "Durante alguns anos tocamos juntos até a minha viagem para a Austrália. Lá continuei envolvido com música, levei o meu companheiro quase inseparável de seis cordas e tocava para os amigos em pequenas festas, de maneira informal". Nos últimos meses desta viagem, Arnaldo Costa teve a oportunidade de se apresentar pela primeira vez, tocando e cantando, numa feira de alimentos. "No esquema "busking", deixei o case do meu novo violão aberto e as pessoas que gostavam do som deixavam algum dinheiro lá dentro como forma de incentivar a arte. Foi uma experiência incrível. Naquele momento, eu cantei e toquei sozinho para uma plateia de estranhos", lembra.

Quando o artista voltou ao Brasil, no ano de 2009 continuou a dar sentido ao seu sonho, com várias experiências e parcerias musicais e agora lança seu primeiro cd.

Ficha técnica do show

A banda formada para o show é composta pelos músicos: Bruno Duarte (bateria), David Nery (contrabaixo), Mariano Júnior (direção musical e piano), Rodrigo Rocha (guitarra), Erwin Andrade (saxofone) e participação especial de Babi Ceresa.

Conheça também os canais do artista nas redes sociais:

Facebook: www.facebook.com/arnaldocostaoficial
Instagram: @arnaldocostaoficial
Site: www.arnaldocosta.com
Youtube: www.youtube.com/user/arnaldocostaoficial/videos

Vídeos:
www.youtube.com/channel/UCXSCzSZEYVmUSQRBUTYhOX
www.youtube.com/watch?v=vgxzY6qlfV4
www.youtube.com/watch?v=fdRVrfPVJ-c

Serviço
O que: Lançamento do EP Time is short, de Arnaldo Costa
Data: 14/03
Horário: 20h
Onde: Casa Thomas Jefferson
Endereço: CTJ Hall South - SEPS 706/906 Bloco B (Thomas Asa Sul)
Ingressos - retirada na bilheteria do espaço cultural. Entrada gratuita.

Contato