Em negocios / noticias-corporativas

Venda de flores em supermercados será assunto no APAS Show 2017

Há dez anos, as flores alcançaram as prateleiras dos supermercados para facilitar o acesso dos consumidores a produtos que embelezam o ambiente e também presenteiam. O crescimento das vendas nesta modalidade representa a 15%

Produtores de flores e plantas ornamentais e supermercadistas comemoraram os resultados obtidos da parceria firmada há pouco mais de uma década. Ao comercializar a vasta diversidade de flores nas lojas de supermercados, o crescimento de ambos os segmentos foi exponencial - na margem de 15% ao ano. E, devido ao potencial desta modalidade de vendas, durante a APAS Show 2017 as flores receberão destaque com o "Projeto Especial Flores". O evento será realizado de 02 a 05 de maio, no Expo Center Norte.

Antes, os produtos que apenas eram encontrados em floriculturas, agora estão mais acessíveis aos consumidores, e melhor, a um preço que cabe no bolso. A facilidade dos supermercados para entregar flores ao consumidor é um dos agentes que favorecem o sucesso desta comercialização, que ao longo deste tempo passou por diversas melhorias, a exemplo da conservação dos produtos enquanto estão à venda.

Por se tratar de um artigo perecível e frágil, a qualidade e o tempo de vida após a venda foram observados, sobretudo, por parte dos produtores, que investiram em treinamento e informação para os funcionários das redes de lojas. "A disposição para a compra de flores existe, porém, as decisões são mais criteriosas. Não há tolerância para amadorismo e falta de qualidade. Este ritmo é salutar pois oferece perspectivas para um trabalho sério e consistente por parte dos produtores, sobretudo da Rosas Reijers - referência neste assunto", disse o diretor de produto da Rosas Reijers, Gustavo Franco Vieira.

Através dos supermercados, o consumidor é ainda melhor atendido, fortalecendo a confiança para novas compras. Só a Rosas Reijers atende mais de 300 lojas e 40 marcas distintas espalhadas por todo o Brasil. "As demandas por flores existem a qualquer dia e hora, afinal, sempre surge uma oportunidade para consumir flores, seja para celebrar algo (aniversários, nascimentos, agradecimentos) ou simplesmente decorar a casa", destacou Vieira. "E tudo isso, ao alcance dos consumidores de forma simples".

Outro ponto interessante desta parceria são as datas comemorativas, nas quais a procura por flores crescem consideravelmente. Nas principais datas do ano para o setor florista - Dia das Mulheres e Dia das Mães -, as vendas aumentam de 100% a 200%. Em Dia de Finados, os supermercados esperam por, no mínimo, 15% de crescimento. Parceria que comprova a boa rentabilidade para as duas partes desta cadeia.

Durante a APAS Show 2017, a Rosas Reijers falará sobre este assunto e apresentará seus mais novos produtos: a rosa negra e a gipsofila colorida, itens produzidos no Ceará. "Aproveitaremos para valorizar o potencial do Nordeste para a produção de tais flores, uma vez que a terra e o clima são favoráveis. Apresentaremos uma realidade desta região que pouca gente conhece", encerrou Vieira.

De acordo com a organização - a Associação Paulista de Supermercados -, o crescimento da distribuição de flores e plantas é explicado pela capacidade de ofertar preços mais baixos aos consumidores (dado o poder de barganha junto aos fornecedores - negociações em larga escala) e ao forte incentivo ao consumo por impulso, uma vez que as flores são atraentes e, geralmente, oferecidas nos checkouts.

Website: http://www.liberdadedeideias.com.br

Contato