Em negocios / noticias-corporativas

Flavio Maluf traz dicas que podem ajudar a transformar sua ideia numa empresa lucrativa

Conhecer o público-alvo, ter um plano de negócios, analisar a concorrência, testar o produto em questão, ter noções administrativas-financeiras, não começar sozinho e estar disposto a agregar conhecimento é um bom começo para se chegar ao sonhado sucesso

Quem não quer ter êxito e sucesso no seu ramo de investimento e ser dono daquele negócio considerado promissor? Às vezes, a ideia é muito boa e só precisa sair do papel, não é mesmo? Não, não é. Além de carecer de bons investimentos, ela também precisa seguir por um caminho acertado. De nada adianta abrir um negócio se não for possível mantê-lo - é tempo e dinheiro jogados fora.

Algumas orientações são importantes de levar-se em conta na hora de abrir uma empresa, tanto porque o sucesso traz bons frutos financeiros, como também faz bem para o ego profissional.

Quem entende do assunto é o professor de empreendedorismo da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP) e coordenador acadêmico do Academic Working Capital, Prof. Marcos Barretto - o empresário brasileiro, presidente das empresas Eucatex, Flávio Maluf, reporta algumas das dicas do coordenador.

1- O público-alvo
Saber quem vai interessar-se pelo seu produto ou serviço é a primeira dar de vida da empresa. Ninguém sobrevive sem conhecer bem seus consumidores. São eles que darão retorno a todo um investimento e são eles que devem ser atendidos em todas as necessidades.


2- O Plano de negócios
Ter um plano de negócios bem elaborado faz toda a diferença. Ele expõe todas as áreas de um negócio e serve como uma espécie de guia. Dá uma visão geral, inclusive, do que não está dando certo, permitindo que se façam adaptações. Para Marcos Barretto ter um plano de negócios dá trabalho, no entanto, vale a pena - sobressai o executivo Flávio Maluf.


3- A concorrência
Com ela dá para aprender, e muito. É da concorrência que você vai tirar o que dá errado e investir, de forma melhorada, no que dá certo, trazendo, desta forma, novidade para o cliente em potencial. Descubra quem são seus principais concorrentes, tanto diretos como indiretos, estude-os, conheça as falhas e onde os clientes ficam insatisfeitos e você estará com a faca e o queijo na mão.

4- Testando
Flávio Maluf conta que para o professor da USP, testar é sempre uma boa ideia. Antes de investir tudo em um experimento, teste as suas qualidades, arranje alguma forma de ver se ele realmente funciona. Faça pesquisas, simulações, use o próprio produto. Isso pode trazer respostas bastantes promissoras.

5- O administrativo-financeiro
Ter noções básicas da parte administrativa e financeira é essencial, mesmo que possam ser terceirizadas. Afinal, dizem que - "é o olho do dono que engorda o gado". A contabilidade, as prestações de contas, as notas fiscais e os impostos, tudo precisa ser feito de forma correta e responsável, noticia Flávio Maluf. E não é só no início - isso precisa prevalecer como princípio básico na empresa.

6- O sócio
Entenda que iniciar um negócio sozinho é sempre mais complicado. Ter um sócio é ter com quem discutir e tomar decisões é um grande trunfo. Além disso, as ideias fluem melhor em grupo.

7- Absorvendo
Aprender, sempre, é um princípio para a vida, em qualquer uma de suas inúmeras áreas. Analise os erros. Marcos Barretto dá a dica - faça um balanço a cada período de tempo – salienta o presidente da Eucatex, Flávio Maluf. Clientes, concorrentes, sócios – todos têm algo novo para apresentar a você, esteja aberto, e nunca pare de tentar crescer.

Contato